Dia de Finados, 2 de Novembro. Saudades sim! Tristeza não!

Todo ano no dia 2 de Novembro, em grande parte do mundo, lembramo-nos dos nossos finados. É o dia dos mortos, é o dia em que milhares de pessoas vão ao cemitério ou outros locais onde se lembram dos seus entes queridos que se foram… Todos nós seres humanos sabemos que vamos morrer. Dia de Finados 2 de Novembro. Saudades sim! Tristeza não! Sabemos que somos finitos, mas através das religiões e da Fé nos são dadas a esperança da Vida Eterna.

Para os Católicos o dia de finados também é dia de ir à missa. É dia de orarmos e rezarmos por nossos antepassados, por nossas raízes milenares. Devemos nos lembrar de toda uma geração, de todos nossos patriarcas, de todos nossos ancestrais.

O dia dos mortos já é celebrado há milênios, Leia o texto>> “Origem do dia dos Mortos…”. O que pretendo destacar neste ano quanto ao dia dos mortos (dia dos Finados) é o fato de que podemos ter saudades sim, é claro. Quem não tem saudades dos seus entes queridos? Pais, irmãos, tios, primos, e mesmo filhos que se foram, além dos amigos que nos precederam. Mas não devemos ficar tristes, a tristeza se dá para quem não tem a esperança de um reencontro.

Podemos nos reencontrar com nossos entes queridos de diversas maneiras, além das espirituais. Podemos nos lembrar dos momentos felizes, dos aprendizados, das viagens, dos ensinamentos. Podemos reencontrarmo-nos através das imagens, das fotos, dos vídeos, das conversas com os amigos e familiares que nos fazem  lembrar dos entes queridos, e de tantas outras maneiras.

No entanto é bom que fiquem as boas lembranças, que fiquem as boas imagens. A Vida do ser humano é mesmo fascinante. Somos os únicos seres que pensam a Vida e pensam a Morte. Ter saudades é mais do que normal, Porém para quem é religioso e acredita em uma vida espiritual, ou mesmo em uma metafísica que transforme esta vida Terrena em uma simples passagem – um estágio para outro momento – a tristeza não triunfa jamais.

Como dizem o Padre Marcelo Rossi e todo o clero, Saudade sim! Tristeza não!

Abraços do Benito Pepe

E Então como você esteve no Dia de Finados 2 de Novembro. Saudades sim! Tristeza não! Foi assim, deixe seu comentário e depoimento.

Benito Pepe

Administrador, Filósofo, Astrônomo Amador, Colunista, Palestrante, Instrutor e Professor Universitário. Tem formação acadêmica em: Administração de Empresas, com pós-graduações em: Administração estratégica de empresas; Marketing; Filosofia Contemporânea; e Filosofia Antiga. Publica seus textos sobre Filosofia, Astronomia, Administração, Marketing, Religião e Assuntos da Atualidade, além de um Papo geral.

5 1 Vote!
Article Rating
Se inscreva
Avise-me de
4 Comentários
Mais antigo
Mais novo Mais votado
Feedbacks em Linha
Ver Todos os Comentários
marcos alberto da silva
7 anos atrás

o fato de crer ou não,na vida apos á morte,independe de crença de religião,somos todos energias,complexas e sempre em transformações e mutações,o universo é um complexo de eternas dimensões, energias positivas e negativas. a reencarnação dos seres vivos existe,já foi comprovada pela ciência varias vezes.para quem não crer em reencarnação e existências de espíritos. segue uma reflexão: A FORÇA DA GRAVIDADE, EXISTE, MESMO QUE VOCÊ NÃO CREIA QUE ELA EXISTA,OK.

[…] Fico pensando como são bem diferentes as diversas culturas e religiões pelo mundo a fora…. Por Exemplo os mexicanos no dia de finados (dia dos mortos) eles comemoram e festejam esta data como uma celebração, e há também várias outras culturas que fazem de maneira similar quando o ente querido vem a morrer, eles fazem uma festa! Alegria! Pois os entes queridos partiram para a verdadeira vida? Por que os cristãos não fazem o mesmo? Veja também este texto >> (…) Saudades Sim, tristeza, Não. […]

[…] procurar lembrar das perdas de entes queridos com “saudade sim, tristeza não!”, vamos procurar lembrar dos momentos bons que passamos juntos, vamos lembrar das experiências, […]

4
0
Deixe seu Comentário...x
()
x