O Cristão e a Bebida Alcoólica: O cristão pode tomar bebidas alcoólicas?

O Cristão Pode trabalhar em uma empresa de bebidas alcoólicas, ou tomar bebidas alcoólicas?

Este artigo eu escrevi há alguns anos atrás quando um vendedor que trabalhava em minha empresa, uma agência de automóveis, obteve uma proposta para trabalhar em uma empresa de cervejas como vendedor de seus produtos para barzinhos e restaurantes.

Na ocasião ele ficou cheio de dúvidas pois, por ser cristão evangélico, achava que não poderia vender bebidas alcoólicas. Ele veio então até a mim e pediu minha opinião, por saber que eu era religioso mas não fanático e com algum conhecimento fora do dogmatismo. Na época preferi responder a ele com este pequeno texto que publico agora.

É preciso em primeiro lugar conhecer um pouco do assunto em pauta e lembrarmos a origem de algumas bebidas. Por exemplo: o vinho e a cerveja. Estas são bebidas historicamente conhecidas e milenares para não falarmos de outras relativamente mais recentes como a nossa brasileiríssima cachaça desenvolvida inicialmente na época dos escravos pelos próprios e para o consumo deles. Porém ficarei com o vinho e a cerveja pois sem dúvida são saudáveis desde que bebidas moderadamente, é bom lembrar. E para quem não tenha o problema da doença do alcoolismo, é claro….

O Vinho é uma bebida que vem sendo produzida, desde o 4º milênio antes de Cristo ou seja há 6.000 anos, isto ocorreu na mesopotâmia (hoje Iraque e Síria) mas existem especulações que a produção do vinho possa ser mais antiga ainda. A vinicultura chegou à Europa através do Egito, Grécia e Espanha.

A Cerveja, considerando-a em sentido amplo nas suas diferentes espécies e variantes, não existe outra bebida mais antiga ou mais universal do que a cerveja. Sua invenção remonta à do processo de fermentação dos cereais, 8.000 antes de Cristo ou seja há 10.000 anos atrás, precedendo pois, de milênios as primeiras grandes civilizações conhecidas. Alegrou os primeiros ócios de sociedades estáveis e, aos poucos, ganhou o mundo só perdendo para o vinho em produção ou consumo nas regiões e países particularmente voltados para a viticultura.

As qualidades tônicas, energéticas e diuréticas da cerveja são conhecidas desde a antiguidade. Hipócrates (460-377 a.C.), o pai da medicina, considerava-a um medicamento precioso.

Quanto ao vinho dispensa-se comentários, é sem dúvidas a bebida mais saudável e é a bebida por excelência.

Bem, tendo visto isso vamos agora entender o porquê das diferentes bebidas para cada região do planeta. É simples…, se estivermos no frio bebemos de preferência bebidas “quentes” e o contrário é evidente, estando em locais quentes bebemos as frias (geladas), mas isto não é regra pois como se sabe a Alemanha é um dos maiores consumidores e produtores de cervejas, mas a verdade para a regra é que a Itália é a maior produtora de vinho do mundo.

O que importa ao nosso tema é que o consumo de vinho é muito grande na região e deve ser lógico que a população da época de Jesus de Nazaré consumia a saborosa e saudável bebida: o Vinho.

Vamos aos indícios do consumo de vinho na época de Jesus:

Temos exemplos em muitos dos livros da coleção chamada Bíblia sagrada onde se narra claramente comparações feitas através das vinhas e das videiras que como se sabe é de onde é feito o Vinho.

Já no Antigo Testamento, que são os livros anteriores à vinda de Jesus, temos em Isaias 5,1 e seguintes, comparações feitas com a qualidade da uva comparando-as com Israel (o povo “primitivo”, escolhido por Deus bem antes de Jesus vir à terra e que não fez jus a esta escolha, esperava-se uma qualidade de uva, mas teve-se uvas azedas).

Jesus retoma este mesmo tema o aprofundando e utiliza-se da mesma comparação com a parábola dos vinhateiros homicidas em Mateus 21, 33 e seguintes.

Outras comparações têm ainda em Mateus 20, 1 a 16 com a parábola dos trabalhadores da vinha onde Jesus compara trabalhadores contratados para a vinha e que independente da hora que começaram no serviço recebem o mesmo salário, em outras palavras independente da hora de nossa conversão temos o mesmo valor de quem está na caminhada há mais tempo ou ainda dos que ainda virão.

Em João 15, 1 e seguintes Jesus mesmo se compara a uma videira e nós somos os ramos que devemos dar frutos.

Mas as videiras eram para produzir sucos de uva ou vinhos não alcoólicos?

Vamos agora parar um pouco com as parábolas e vamos narrar fatos mais convincentes para os Crentes (os que crêem em Deus e no Cristianismo). Temos em João 2, 1 a 12 a narrativa do primeiro milagre de Jesus quando em uma festa de casamento em Caná da Galiléia acaba o vinho e Jesus transforma água em vinho. O Texto também deixa claro que o vinho embriagava pois se nota a melhor qualidade do ultimo vinho após muitos já estarem embriagados.

Novamente em Mateus 26, 26 a 29 Jesus faz a sua ceia pascal com os discípulos e enquanto comiam tinham à mesa, entre os alimentos, Pão e Vinho, o que devia ser de costume, e Jesus tomando um pão o abençoa e os dá aos seus discípulos dizendo: “Tomai e comei isto é o meu corpo” depois toma um cálice de vinho e diz: “Bebei dele todos, pois isto é o meu sangue o sangue da nova e eterna aliança que é derramado por muitos para a remissão dos pecados..” em outros textos temos o complemento “Fazei isto em memória de mim.”

Acredito que fica claríssimo e que todos os indícios mostram que Jesus não somente nunca condenou o Vinho e seu consumo moderado como também é bem provável que ele próprio o tomava ao menos em ocasiões especiais, se não fosse assim ele não teria transformado água em vinho na festa em Caná da Galiléia e também não teria instituído a eucaristia usando o vinho. Ele poderia até não beber, mas é claro que não tinha nada contra aos que bebiam moderadamente.

Infelizmente não temos em escritos tudo o que Cristo Jesus nos ensinou em sua Doutrina e tudo mais que ele viveu com os apóstolos, no entanto somos sabedores dos resumos de sua obra e entre eles a máxima: “Amar a Deus sobre todas as coisas e a teu próximo como a ti mesmo”, por tanto para tudo na vida haverá limites, vide exemplo em I Coríntios 11, 20 a 22 quando Paulo adverte a comunidade de Corintios que quando se reuniam para a Ceia do Senhor (Conforme recomendado por Jesus) alguns, infelizmente muitas vezes erravam abusando na bebida pois: “enquanto um passa fome, o outro fica embriagado.”…..

Devemos lembrar outro fato importante, não podem comer frutos do mar, como crustáceos, quem tenha alergia a eles, logicamente para a bebida é a mesma coisa, se uma pessoa sabe que tem problemas com a bebida ela não deve beber em hipótese nenhuma.

Nesta mesma linha de raciocínio. Se você vai fazer uma festa em sua casa com frutos do mar, camarão etc. mas sabe que um dos convidados tem alergia a eles, é de bom senso que, ou você disponibilize outros alimentos, ou não convide tal pessoa. O mesmo ocorre para a bebida.

Para finalizar eu faço um questionamento. Será que precisaríamos retirar da Bíblia os livros ou Evangelhos como os de João para agradar aos que não crêem no fato de que o vinho era tomado pelos discípulos de Cristo (que já era alcoólico, pois é uma bebida fermentada como também o é a cerveja que naturalmente não era a bebida da região de Israel). Bem, esta é apenas uma interrogação.

Tudo isso não significa que Jesus queria ver bêbados, muito pelo contrário. A bebedeira sempre foi repudiada, mas parece ficar claro que o Mestre não tinha nada contra um bom vinho e quem sabe não fora por acaso que o primeiro milagre relatado e a ultima ceia tenham tido o vinho em destaque e em evidência tão expressa.

Para os que conservam os 73 livros da Bíblia, podemos ainda verificar em Eclesiástico Capítulo 31 dos versículos 25 ou 31 (depende da tradução) até o 31 ou 42; onde fica claríssima a questão sobre o vinho e seu consumo não deixando dúvida alguma do assunto comentado.

Para finalizar quero que fique muito claro o seguinte: remédios quando tomados em excesso podem até matar, embora na sua dosagem correta sejam benéficos.

Quero dizer com isso que, se você não consegue beber apenas uma ou duas taças de vinho (quando no tempo frio) ou um ou dois copos de cerveja ou chope (no tempo quente), é melhor não beber. O “remédio” precisa de uma dosagem, não do excesso.

É claro que se você se exceder “um pouquinho” uma vez ou outra em momentos especiais e alegres de sua vida, sem riscos nenhum nem para você, nem para outrem, você não irá para o Inferno por isso.

Agora, se você vê a bebida como algo indispensável em sua vida e você não consegue viver sem ela, é melhor repensar a sua vida e essa relação. Lembremo-nos que qualquer coisa que nos prenda e nos faça escravos deve ser refutada, seja o que for, até mesmo um “simples” refrigerante ou barras de chocolate…

Abraços do

Benito Pepe


Bibliografia

BÍBLIA DE JERUSALÉM. São Paulo: Edições Paulinas.

Benito Pepe

Benito Pepe: Empresário por 30 anos, Administrador, Filósofo, Astrônomo Amador, Colunista, Palestrante, Instrutor e Professor Universitário. Tem formação acadêmica na área de Administração com pós-graduações em: Administração estratégica de empresas; Marketing; Filosofia Contemporânea; e Filosofia Antiga. Publica Aqui, seus textos sobre Filosofia, Astronomia, Administração, Marketing, Religião, Assuntos da Atualidade, além de um Papo geral.

34 comentários em “O Cristão e a Bebida Alcoólica: O cristão pode tomar bebidas alcoólicas?

  • em
    Permalink

    a AGUA é a melhor bebida ! Quem a criou ?? Deus .
    O Vinho é uma bebiba excelente – Jesus transformou a agua em vinho ..
    Foi o seu primeiro milagre . O vinho representa seu sangue.
    Na minha opinião o bom cristão pode beber o vinho puro sem alcool , o mesmo
    que Jesus preparou para Festa de um Casamento. Aquele vinho puro , saudável , Que delicia ! Eu não estava lá , mas imagino !!
    Quanto ao vinho com alcool este faz mal a saúde do homem .
    Deus quer ve-lo com saúde perfeita , logo assim não devemos beber vinho
    com alcool, Deus não proibe nada ! Apenas ensina , quer aprender ? Quer obedecer ? Será o melhor para sua vida. então vamos fazer o melhor !
    E viva feliz bebendo vinho sem alcool !!!!!!!!

  • em
    Permalink

    Olá Marta, Obrigado pelo teu comentário, sempre lindo, como também foi o outro que você deixou no meu texto “O mundo vai acabar? O homem pode ser eterno no Planeta?” (acesso em>> http://www.benitopepe.com.br/2009/06/05/o-mundo-vai-acabar-o-homem-pode-ser-eterno-no-planeta-2/ ). Bem, nesta questão da bebida a única coisa que podemos ter certeza é que não existe “vinho sem álcool” ou é vinho ou é suco de uva. Se a bebida (o suco da uva) for fermentada, como é o seu processo de fabricação, ela evidentemente terá álcool e em um teor razoavelmente maior do que o da maioria das cervejas. É verdade que hoje em dia há a possibilidade de se fazer um vinho e depois retirar o álcool deste vinho, mas aí ele deixa de ser vinho como o conhecemos milenarmente. (deveria ter outro nome)

    Quanto ao milagre da transformação da água em vinho, ou Jesus transformou a água em “vinho” ou em “suco de uva”, de qualquer maneira precisamos lembrar alguns detalhes:

    1º – todos estavam, inicialmente, bebendo vinho normal ou seja com álcool, depois que este vinho acaba aí sim é quando Jesus faz o tão famoso milagre;

    2º – lê-se que este era um vinho de melhor qualidade e que em todas as festas davam o melhor vinho no início da festa e “quando todos já estavam embriagados” é que serviam o pior, no caso desta festa fizeram o contrário ou seja o melhor vinho veio depois;

    3° – as festa naquela ocasião duravam dias, e seria estranho as pessoas ficarem durante dias (ou mesmo durante um dia) tomando suco de uva, algo que não tem a mesma função diurética como ocorre com o vinho e principalmente com a cerveja.

    Por fim preciso admitir que se aceitamos a possibilidade de se transformar água em vinho, temos que aceitar também que este vinho de Jesus poderia ser sem álcool, mas não deveria ser chamado de vinho. Outro detalhe é recordarmos, como vemos nos atos dos apóstolos, que muitas vezes quando estes se reuniam para “recordar o sangue de Jesus” bebiam até se embriagar, o que evidentemente foi recriminado.

    Mais uma vez eu lembro: não podemos interpretar simplesmente os textos ao nosso bel prazer, o que é, é. O fato que quero esclarecer neste artigo é que o vinho da época de Jesus era um vinho normal, mas não podemos beber em exagero como normalmente se faz, esse é e será sempre um problema, não podemos nos afogar na água apesar de já termos 70% de água em nosso organismo, se bebermos água de mais vamos morrer. Tudo precisa de uma dosagem. O vinho, a cerveja e tantas outras bebidas são “drogas” e drogas precisam de uma dosagem e só alguns poucos podem tomar. Se você tem alergia a algum alimento não deve consumi-lo, se você é chocólatra é preciso se tratar, da mesma maneira ocorre com o álcool.

    Abraços do Benito Pepe

  • em
    Permalink

    Sempre gostei de vinho. Aprendi a beber moderadamente com meu avô que era português.
    Agora, juro que daria tudo que tenho para estar naquela festa onde Jesus transformou água em vinho. Deve ter sido um vinho indescritível.

    albano

  • em
    Permalink

    Olá Albano, concordo com você e também gostaria de estar lá naquela festa, mas com um detalhe, gostaria de chegar depois e não beber o primeiro vinho que foi aquele em que todos ficaram embriagados, eu gostaria de chegar tarde e estar lúcido e beber só do segundo vinho que foi o melhor 😉

    Abraço do Benito Pepe

  • em
    Permalink

    Ola, concordo plenamente com voce! Acho que beber na epoca de cristo, era OK pois o vinho daquela epoca, nao tinha tanto alchool como o de hoje. A biblia fala que bebados nao entrarao no ceu. Sera que ele quis dizer que quem bebe nao entra no ceu? Eu bebo, mas poquinho. Nunca bebi mas do que um copo. Meus amigos dizem que vicio na bebida sempre começa com a historinha de sempre:so um golesinho. Falam que um gole pode virar um pesadelo. Sera verdade? Tento resolver essa questao ha duas semanas, mas a todos que pergunto, sempre chega uma resposta differente.

  • em
    Permalink

    Amei sua philosofia!
    E como penço tambem!!!!
    Bianca

  • em
    Permalink

    Olá Dione, é claro que quem bebe pode ir para o Céu, por que não? O problema não é beber moderadamente é o exagero, fazer “besteira” se descontrolar, uma copo de vinho, ou um ou dois chopes sempre será saudável para quem não tem a doença do Alcoolismo, é claro. Olha, quanto ao vinho da época de Cristo não ter tanto álcool não sei não ehm.. O problema não é a quantidade de álcool na bebida, é o quanto a pessoa vai beber…

    Olha se a pessoa tiver tendência orgânica ao alcoolismo isso é perigoso e é claro que começa com um copo depois, dois depois já não para de beber, isso é um problema. O melhor é: que quem não sabe se controlar NÃO BEBA!

    Por fim relembro o que falo no meu texto acima, se uma pessoa tem problemas com frutos do mar não deve comê-los, se tiver problemas com chocolate idem e por aí vai…

    Abraço, Benito Pepe

  • em
    Permalink

    Ola Alice, o que é certo? O que é errado? Quem nos dá essa moral?

    Comer “besteiras” é certo?

    Abraço, Benito Pepe

  • em
    Permalink

    Olá Bianca, Obrigado por ter amado minha filosofia.
    Volte sempre e comente outros artigos, aqueles sim filosóficos.

    Abraços do Benito Pepe

  • em
    Permalink

    nao passará um so “i” ou um so “til”
    lei de Deus é lei de Deus, existe para ser cumprida, se você não cumpre,cumpre pela metade ou quase toda. está errado, só está correto quando cumpre a lei na sua totalidade caso contrario não a cumpre. Entao você olha para a mulher de outro, no seu julgo você não errou pois pensou em fazer algo mas não o fez, o bem e o mal não caminham lado a lado, quem pensa em maldade, nao está com a bondade, sao imcompatíveis. uma coisa que é do mal, que causa morte, dor e destruição de familias, não deve ser experimentada nem em pequenas quantidades, que exemplo estariamos dando ao provar um pouquinho do mal, você ou alguém comprou a bebida, o dinheiro foi dado ao fabricante, com o seu dinheiro ele comprou e revendeu uma concentraçao de alcool tres vezes mais forte e revendeu a um bar, um caminhoneiro foi ao bar e pagou e bebeu. você abre o jornal. ” CAMINHONEIRO PRESO APÓS ATROPELAR E MATAR TRÊS CRIANÇAS DA MESMA FAMÍLIA, O EXAME DE TEOR ALCOOLICO APONTOU UM INDICE DE 3 VEZES O PERMITIDO POR LEI”. Certamente você vai dizer,”que absurdo “. sim não foi você que matou, no entanto contribuiu de alguma forma para o MAL.

  • em
    Permalink

    Olá Marcelo, obrigado pelo comentário! Você tem toda Razão quando fala nos malefícios do Álcool não há dúvida quanto aos problemas desta DROGA, ela é uma droga como qualquer outra alucinógena que existe. Mas a questão do tema não está relacionada aos problemas e consequências do mau uso deste alucinógeno, a questão em pauta refere-se ao fato de ser ou não proibido o uso moderado, salutar, benéfico etc, do vinho por exemplo, para o ser humano, “Deus” proibiu o seu uso? Sim ou não? Essa é a questão em pauta… é bom lembrarmos mais uma vez que todo exagero e uso inadequado de qualquer coisa, ou mesmo de atividades humanas, podem trazer consequências desastrosas para o ser humano, nós somos frágeis e precisamos nos controlar constantemente em tudo, não só na bebida, como no alimento que comemos, nas coisas que falamos, no tempo que não damos para o repouso e que também matam ao dirigir, aliás se mata muito mais e se morre muito mais no trânsito por não repousar, exemplo para os caminhoneiros… do que com a bebida por exemplo. Caro amigo, o problema sempre será o exagero, se você não está descansado não dirija, se bebeu não dirija etc, etc…

    Abraço, Benito Pepe

  • em
    Permalink

    Olá meu amigo Benito, neste comentário eu quero dizer o seguinte. No caso do seu ex-empregado, ele trabalhar numa fabrica de cerveja, não tem a ver, pelo fato dele ser evangélico. A religião evangélica proíbe a pratica de JOGOS, CERTO? No entanto existe milhares de jogadores de futebol e outros esportes, que conta até com pastores trabalhando na profissão escolhida. Isto sem contar as casas lotéricas que empregam um número muito grande de pessoas religiosas. Que eu saiba a única coisa proibida por DEUS foi Adão comer o fruto, ele dá o livre arbítrio a seus filhos. Ocorre que: Existe um grande número de pessoas, que um simples copo de cerveja, ou uma caneca de vinho é suficiente para deixá-lo pré-embriagado, estes tipos de pessoas devem passar longe de qualquer bebida alcoólica. Quanto ao consumo moderado, nunca foi, e jamais será, pecado para qualquer tipo de cristão. O que faz mal, o que mata, é sem duvida alguma o exagero, porque o exagero leva ao vício, e o vício com certeza é condenado por DEUS. Você meu amigo, está corretíssimo no seu comentário (longe de mim querer julgá-lo) Mas esta sua versão é o que de mais certo, existe sobre o assunto. Um forte abraço do amigo Dias.

  • em
    Permalink

    Olá meu caro Dias, mais um comentário de ótimo nível, muito bem!

    Gostei dos comparativos com as loterias, e os jogos, são disputas e que normalmente se vê brigas e outras injustiças mais. Gostei também do teu lembrete “o exagero leva ao vício” muito bem observado, esse é um problema que muitos de nós esquecemos. A ponderação é a melhor coisa na vida, o bom senso, etc. na época do helenismo, logo depois de Platão e Aristóteles, precisamente quando Alexandre da Macedônia (o grande) começa a espalhar a Cultura Grega pelo mundo, surgem várias correntes filosóficas não ligadas ao pensamento da Polis (cidade) mas a um pensamento Cosmopolita, um pensamento mais ligado ao homem em si, e entre eles se desenvolveram os estóicos e os epicuristas, ambos defendiam o prazer ao máximo mas sem o exagero, Pois se sabia, desde então que o exagero vai tirar o teu prazer, exemplo: quem gosta de uma certo drinque, se tomá-lo uma ou duas dozes vai sentir o prazer de tal bebida, agora se tomar uma quantidade muito grande não sente mais prazer algum e ainda vai passar mal. Bem o lema é claro: usufrua de algo enquanto esse algo te dá prazer, se passar do ponto do prazer se torna uma tortura, isso vale até mesmo para a água, sexo, sucos etc.
    No mais continue na empreitada.

    Abraços , Benito Pepe

  • em
    Permalink

    Mas afinal, o seu amigo aceitou a proposta de emprego em uma indústria de cerveja?

  • em
    Permalink

    Olá Max, parabéns pelo questionamento. Até então ninguém tinha se atido a este detalhe, a propósito o meu primeiro objetivo na época quando escrevi este texto, foi exatamente o de dizer para meu amigo, na ocasião um dos meus melhores vendedores, que ele poderia sim trabalhar em uma empresa de bebidas (cervejas) e mesmo sendo cristão, não estaria em pecado e nem infringindo alguma lei cristã. Aproveito agora para relembrar que Cristo por várias vezes falou em parábolas com vinhas, e como todos sabem, são das videiras de uvas que se fazem os vinhos.

    Agora quanto ao meu vendedor ter ido ou não para a empresa de cervejas eu não me lembro bem, mas acho que se ele foi, ficou lá pouco tempo, pois logo depois foi para uma grande rede de departamentos, acho que Casas Bahia. Isso já faz mais de 10 anos.

    Abraços do Benito Pepe

  • em
    Permalink

    Basta um minuto para fazer um herói; mas é necessário uma vida inteira para fazer um homem de bem.
    parabéns pelas palavras tão bem colocadas.

  • em
    Permalink

    Oi, li seu tema sobre bebida e gostei muito. Eu e minha família somos cristãos tbm, a igreja que congregamos condena a bebida alcoólica e por isso tenho sofrido muito espiritualmente. Meu marido não acredita que tomar cerveja seja pecado e então sempre que podemos nos finais de semana ficamos em casa, ele faz uns tira gostos e tomamos algumas cervejas. Minha luta é que eu tentei parar por medo, medo de ir pro inferno por causa da doutrina ensinada na minha igreja. Cheguei a parar, mas meu marido não quis, pois ele senti muita tranquilidade com relação a isso. Então acabei desistindo e voltei a acompanhá-lo nos finais de semana, não são todos, mas é tão relaxante, gostoso, costumamos tomar aos sábados mais a noite, e conversamos, ouvimos música e nossos filhos ficam ao redor da mesa contando casos e tudo mais. Mas quando chega domingo e vamos ao culto, sinto medo, muito medo. Nem sei porque estou te contando isso, acho que busco ajuda mas ainda não sei como.

    Na verdade a igreja que eu congrego me dá medo, amo muito ela, mas tenho medo, sinto como se fosse morrer a qualquer momento e descer de cabeça pra baixo direto pro inferno. Não tenho cargo nenhum lá, porque todos sabem que eu e meu marido bebemos, temos esse rótulo de que nunca poderemos ser confiáveis, porque deixamos a carne mandar, porque gostamos de tomar cerveja. Até meus filhos sofreram um pouco, eles não bebem, mas são vistos como sem futuro em relação à igreja, minha filha nem participa mais do grupo de dança, pois não podia dar nenhuma opinião sobre nada, ela simplesmente foi ignorada, ela continua indo na igreja por amor e temor ao SENHOR DEUS. Meu filho tbm não participa de nada na igreja e ele não bebe. Nem natal podemos comemorar porque é condenado tbm. Vou parar por aqui, se não vc não vai ter paciência de ler tudo kkkkkkkk, só queria desabafar um pouco e espero muito que vc me responda, um abraço.

  • em
    Permalink

    Olá “amiga” (vou te chamar assim como anônimo, como disse que faria)

    É claro que eu te responderia….

    A bebida alcoólica já existe há alguns milênios, e já antes do álcool existiam outros alucinógenos que sempre acompanharam a humanidade. A questão é o quanto se pode beber e não se se pode ou não beber, beber é claro que pode e, aliás, eu defendo que não somente se pode como devemos beber um pouquinho para nossa saúde física e até mesmo espiritual (psíquica). Defendo a tese que o Mestre Jesus bebia socialmente, ou seja, sem exageros demasiados.

    Relendo meu texto e meus comentários você terá mais subsídios para tomar sua cervejinha sem medo de ir para o inferno ou ter qualquer outro medo. Acho que o único medo que você deveria ter agora é se você está em uma denominação religiosa dogmática ao extremo e que não entende verdadeiramente a bíblia. Não há nenhum trecho da bíblia em que haja a proibição quanto à bebida moderada, a não ser é claro para aqueles que têm problemas com a bebida, aliás, o mesmo ocorre para qualquer outro “alimento” que traga problemas para a saúde do tomador. Quem tem alergia a frutos do mar, não pode consumir tal alimento, etc..

    Querida, não tenha medo de ser feliz, não se preocupe com falsos conhecimentos. Se o Cristão não pudesse beber, Cristo não teria transformado água em Vinho e isso depois que todos já estavam embriagados na festa, como eu lembro no meu texto… Portanto o vinho da época tinha álcool sim, diferentemente do que dizem alguns “Cristãos” hipócritas. Seja feliz, não se preocupe com tal julgamento, e não deixe o dinheiro da tua cerveja na igreja, é isso que muitas denominações anseiam. Agora lembre-se, beba moderadamente, uma vez ou outra ok. No entanto há quem beba na Alemanha cerveja todos os dias, na Itália é o vinho e tem muita saúde. Já se sabe cientificamente quanto ao poder salutar do vinho e da cerveja, eu prefiro o chope heehe.

    No mais, se você quiser fazer um grupo terei o maior prazer em fazer uma palestra sobre o assunto.

    Abraço, Benito Pepe

  • em
    Permalink

    Caro Pepe e demais companheiros, para qur não fuque inludidos,
    quero lhes dizer, que na Biblia Sagrada não fala em suco se uva, fala somente em vinho de uva, e eu creio que meu Jesus fez um vinho que hoje é chamado suco, porque? porque o vinho com álco embriaga o ser humano,
    e a embriagues faz mal, e Jesus não faria nada que venha nos fazer mal,
    a bebida alcoólica é droga, e droga é vicil, e vicil é pecado, a Biblia nos afirma que nem um aviciado herderar o reino de Deus, se a pessoa beber uma dose de bebeda alcoólica uma vez por semana é aviciado, porque se não for!
    a prostituta pode se proetituir só uma vez por semana que não é prostituta,
    um abraço.

  • em
    Permalink

    Olá Hamilton, obrigado pelo comentário. Só precisamos esclarecer uma coisa: Vinho é Vinho e Suco de Uva é Suco de Uva. Se a bebida que estava sendo servida na festa em que Jesus estava era vinho e Jesus não se opõe aos bebedores na festa e além do mais transforma a água em vinho, então Ele não tem nada contra o consumo do vinho de “maneira moderada”.

    A propósito quando Jesus diz aos seus discípulos na ultima ceia, quando ele estava em Jerusalém comemorando a Páscoa Judaica, para que sempre que tomassem do vinho lembrassem-se do que iria lhe ocorrer, pois o vinho representaria o Sangue derramado na Santa Cruz, Ele disse isso, mas infelizmente muitos apóstolos quando se reuniam pra lembrar o fato tomavam vinho até se embriagar, o que fez com que os líderes religiosos cristãos reclamassem que não era pra beber tanto. Se fosse suco de uva será que eles se embriagariam?

    Por fim como já disse, quem tem problemas com “frutos do mar”, não pode comê-los, quem tem problema com essa droga (o álcool) não pode consumi-la. Beber moderadamente, de fato é difícil, portanto o melhor é não beber, ou compre uma pequena garrafa e beba o vinho com uma bela massa, moderadamente, faz bem pra saúde.

    Abraços do Benito Pepe

  • em
    Permalink

    a minha duvida não satisfeita é verdade que eu sendo Cristão posso atender bebidas alcoolicas?

  • em
    Permalink

    Olá Manuel, obrigado pelo questionamento!

    Preste bem atenção ao texto. “Tudo é permitido, mas nem tudo é licito…”

    Se você está bebendo ou servindo a amigos de maneira moderada, tudo bem. Se você faz isso em tua profissão, com barmen por exemplo, depende do contexto da situação, ou seja, do tipo de festa, ok? È só você refletir qual é o ambiente em que você está inserindo a situação, se você está em uma festa de amigos, ou mesmo moderadamente lembrando-se do mestre dos mestres que em seu primeiro milagre transforma a água em vinho em uma festa em família, note isso ok? Agora se é em um ambiente que o Mestre não estaria então o problema não é a bebida em si, mas o ambiente, ok?

    Abraços, Benito Pepe

  • em
    Permalink

    Olá! A paz do Senhor Jesus Cristo.
    Sobre assunto do vinho, é complicado quando “encuca” na mente humana teorias legalistas. De todos os argumentos que vejo condenando vinho alcoólico, ou bebida forte, eu nunca vi ninguém falando ou pregando em NUMEROS 28 e 29 TODO, e em DEUTERONOMIO 14:25.26, já quebra todo esse tabu. Você verá que DEUS, O SENHOR pede, pede não , ordena que na oferta de libação em lugar santo e de cheiro agradável a ELE seja derramado 1 litro de BEBIDA FORTE de manhã e a tarde, e isso era um holocausto perpétuo nas festas : sábado(28:9), lua nova (28:14), PÁSCOA (28:24), primícias (28:31), trombetas (29:6), expiação (29:11) e tabernáculos (29:12). DEUS pede BEBIDA INEBRIANTE PARA ELE TODOS OS DIAS EM TODAS AS FESTAS, confira na sua bíblia meu irmão, mostrando que ELE não se importa com isso. NM28:7 E a sua libação (oferta derramada) será a quarta parte de um him (1 litro) para um cordeiro; no santuário, oferecerás a libação de BEBIDA FORTE AO SENHOR. obs: essa libação era, inclusive, na PASCOA aonde nós confundimos pão com fermento, onde não se podia ter, com algo natural que passou pela fermentação, o vinho. Querem mais uma passagem aonde DEUS pede para seu povo festejar o dízimo perante ELE? DT 14:25 “ Então vende-os, e ata o dinheiro na tua mão, e vai ao lugar que escolher o SENHOR teu Deus;26 E aquele dinheiro darás por tudo o que DESEJA A TUA ALMA, por vacas, e por ovelhas, e por VINHO, e por BEBIDA FORTE, e por tudo o que te pedir a tua alma; come-o ali perante o SENHOR teu Deus, e alegra-te, tu e a tua casa”. Outra, a transformação do suco em álcool não depende do homem, é natural, foi DEUS quem fez o processo de fermentação, não confundam fermentação com fermento, leia sobre vinhos. Devemos ter cuidado ao dizer que vinho é contaminado ou do diabo. Eu fico transtornado quando dizem que o vinho da época era mais fraco que os de hoje, são poucos vinhos que são acrescidos álcool como o vinho do “porto”, o processo sempre foi o mesmo e o teor alcoólico também, e quanto mais doce a uva, maior teor alcoólico, poderá chegar no máximo 14% de álcool, porque é o açúcar do fruto que transforma em álcool, depois disso, cessa a fermentação, dizer que era mais fraco na terra de ISRAEL aonde a temperatura ajuda as uvas serem mais doces, é tentar amenizar o que é permitido. Sobre suco, se você espremer agora uma quantidade de uvas, coar e por em uma garrafa e tampar com rolha, e não estranhe se não ficar vermelho o suco, porque o que da a cor ao vinho é na fermentação aonde a casca libera cor para o liquido; amanhã este líquido vai estar borbulhando igual refrigerante, já contém álcool, após 6 horas ao “pisar no lagar” já inicia a fermentação, igual sal que conserva alimentos, o álcool também conserva, e quando não conserva mais, ele estraga; e você usa esse vinho estragado quase todos os dias em sua casa, porque vira vinagre(leia na embalagem :vinagre de álcool).Como explicar que JESUS na santa ceia bebeu suco, sendo que a vindima em Israel era em outubro (tabernáculo, colheita das uvas e feito vinho 1 vez por ano) e a santa ceia foi em abril, 6 meses depois, como iria conservar suco, se não tinha geladeira e não se conserva nem 1 dia? Misericórdia meus irmãos, vamos estudar o processo do vinho e ler a Bíblia direito. Pastores so pegam na bíblia aquilo que lhes interessam e implantam nas ovelhas. A bebida causa danos para aquele que não tem temor a DEUS e não tem domínio, ai sim ;não convém, depende do homem o domínio, não ponha Deus no meio de situações aonde nós usamos para bem ou mal. Mas este assunto é muito polêmico, acho que é um dos muitos motivos que teve dispersões da única igreja que começou e hoje tem diversas denominações com suas próprias leis humanas, Paulo tentou consertar isso quando disse em COLOSSENSES 2-16 ” Portanto, não permita que ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados,20 Se, pois, estais mortos com Cristo quanto aos rudimentos do mundo, por que vos carregam ainda de ordenanças, como se vivêsseis no mundo, tais como:21 Não toques, não proves, não manuseies?22 As quais coisas todas perecem pelo uso, segundo os preceitos e doutrinas dos homens;23 As quais têm, na verdade, alguma aparência de sabedoria, em devoção voluntária, humildade, e em disciplina do corpo, mas não são de valor algum senão para a satisfação da carne”. Infelizmente o homem se dispersou por causa de doutrinas humanas. Quem lê a Bíblia toda sabe que existe versículos de embriaguez que é desaprovado por ser pecado , mas existe versículos que DEUS permite o uso de bebida como vinho e bebida forte. obs: vinho e bebida forte sempre estão juntos na Bíblia mostrando não ser simples suco. O primeiro milagre que o SENHOR JESUS FEZ ,foi vinho, infelizmente para os religiosos, gostariam que fosse leite, tang, …. menos vinho, e mesmo assim dizem que é suco, incrível se a gente trocar na passagem de ” bodas de caná” aonde esta escrito vinho por suco, nada vai fazer sentido, muito menos para o mestre sala que JESUS mandou provar, homem conhecedor de vinho novo e velho. Ai dizem: JESUS ia incentivar a embriaguez? Meus irmãos, leia sobre costume judaico, eles não são beberrões, tem temor, tem um limite entre eles, na passagem das bodas diz que eles já tinham bebido bem, não diz que estavam embriagados, ai julgue você mesmo a quantidade, mas creio que seja uma boa quantidade aonde não perceberiam depois de terem bebido o vinho melhor tomarem o pior (se você tomar bem suco de uvas vai ter dor de barriga e não é o que acontece com o vinho), com certeza ate o mestre sala assustou quando JESUS fez um vinho melhor do que aquele da festa, como relata o próprio mestre sala, se JESUS E SUA MAE chegassem numa festa cheia de bêbados caindo pelos cantos, acha que ficariam ali? E mesmo se o milagre fosse puro suco em aproximadamente 400 litros nas 6 talhas de pedra, para mais dias de festa, depois de 6 horas já iria ter álcool por causa da fermentação. Paulo novamente tentou apaziguar isso. ROMANOS 14-2:”Porque um crê que de tudo se pode comer, e outro, que é fraco, come legumes.3 O que come não despreze o que não come; e o que não come, não julgue o que come; porque Deus o recebeu por seu.4 Quem és tu, que julgas o servo alheio? Para seu próprio SENHOR ele está em pé ou cai. Mas estará firme, porque poderoso é Deus para o firmar.10 Mas tu, por que julgas teu irmão? Ou tu, também, por que desprezas teu irmão? Pois todos havemos de comparecer ante o tribunal de Cristo.13 Assim que não nos julguemos mais uns aos outros; antes seja o vosso propósito não pôr tropeço ou escândalo ao irmão.14 Eu sei, e estou certo no Senhor Jesus, que nenhuma coisa é de si mesma imunda, a não ser para aquele que a tem por imunda; para esse é imunda.15 Mas, se por causa da comida se contrista teu irmão, já não andas conforme o amor. Não destruas por causa da tua comida aquele por quem Cristo morreu.20 Não destruas por causa da comida a obra de Deus. É verdade que tudo é limpo, mas mal vai para o homem que come com escândalo.21 Bom é não comer carne, nem beber vinho, nem fazer outras coisas em que teu irmão tropece, ou se escandalize, ou se enfraqueça.22 Tens tu fé? Tem-na em ti mesmo diante de Deus. Bem-aventurado aquele que não se condena a si mesmo naquilo que aprova.23 Mas aquele que tem dúvidas, se come está condenado, porque não come por fé; e tudo o que não é de fé é pecado.” Meus irmãos, no ensino de Paulo tá claro que deveríamos andarmos juntos mesmo fazendo uso ou não de vinho ou comidas, eu tenho fé para isso e aprovo, mas se para outros é imunda para ele é, o ser humano quer julgar e condenar aonde DEUS não julga, por isso essas desavenças em usos e costumes, comer e beber, e existem vários versículos aonde pode sim fazer o uso de vinho, tentar por suco no lugar do vinho é querer partir para o farisaísmo que condenaram e não aceitaram o filho de DEUS comer e beber com pecadores e por isso foi um dos motivos que o mataram, porque talvez achavam que JESUS,O FILHO DE DEUS, deveria ser como Joao Batista, que viveu como nazireu ou Sansão( que alias quebrou o voto de nazireu), mas JESUS não fez voto de nazireu, Paulo disse: “tudo me é licito mas não me deixarei dominar por nenhuma delas” . Aonde está escrito que se eu tomar vinho com consciência e com alegria estou destruindo o templo?, obs: glutonaria e bebedice andam juntas na Bíblia condenando tal ato, e engraçado que tem muitos cristãos e pastores gordos se entupindo de fast food , pizzas, carnes gordurosas, refrigerantes, e ninguém prega que estão assassinando o templo do ESPÍRITO SANTO aos poucos e trazendo comprovadamente 26 tipos de doenças. Paulo ensina que não devo fazer o uso de bebida ou não comer um tipo de alimento sempre preocupado pelo fraco na fé, ou seja, o próximo, ai sim, devemos abster, porque a minha consciente esta tranquila, mas hoje em dia todos cristãos se acham fortes. E lembremos que JESUS CRISTO disse que tudo que entra pela sua boca(alimentos) não pode te contaminar(a não ser que você coma demais ou beba demais) porque logo é expelido, mas o que contamina é o que sai da sua boca. O próprio JESUS CRISTO ensinou como se faz o melhor vinho quando compara o novo e velho testamento. Lc 5-37 :”E ninguém deita vinho novo em odres velhos; de outra sorte o vinho novo romperá os odres, e entornar-se-á o vinho, e os odres se estragarão;38 Mas o vinho novo deve deitar-se em odres novos, e ambos juntamente se conservarão.39 E ninguém tendo bebido o velho quer logo o novo, porque diz: Melhor é o velho”. Meus irmãos, quem quer ver, veja, se JESUS condenasse vinho com álcool para que ELE iria dar ênfase de como produzi lo? Ai você diz: suco de uva em odres novos conserva. Então por favor, faça esta experiência em casa, porque eu fiz para não dizer “abobrinha”, comprei um odre de couro, espremi as uvas, coei, e coloquei o suco no odre, o que aconteceu? 2 dias depois o odre parecia que ia explodir de tão inchado, isso prova que conserva a fermentação para não estourar o couro, e mais, depois de dias, esse odre vai se dar um vinho branco seco, porque justamente não passou pela primeira fermentação com as cascas aonde é ela quem da a cor ao liquido. JESUS CRISTO foi acusado pelos hipócritas de ser beberrão, porque ELE sentava na mesa de pecadores comendo e bebendo com eles(suco que não era), mas ELE disse no final que a sabedoria seria justificada pelos seus(quem andava com ELE sabia que não era beberrão). Mas os hipócritas acusadores não cessam infelizmente de acusar ate os dias de hoje. LC 7:33 “ Porque veio João Batista, que não comia pão nem bebia vinho, e dizeis: Tem demônio;34 Veio o Filho do homem, que come e bebe, e dizeis: Eis aí um homem comilão e bebedor de vinho, amigo dos publicanos e pecadores.35 Mas a sabedoria é justificada por todos os seus filhos”. Tomemos cuidado ao condenar. A PAZ DO SENHOR ESTEJA COM VCS. E AMEMOS UNS AOS OUTROS EM CRISTO!

  • em
    Permalink

    Resumindo pode pecar mas com moderação.

  • em
    Permalink

    Olá “Anônimo” desculpe-me discordar de você. O pecado, ou seja a ofensa às ordens de Deus, devem ser evitadas a todo custo. Portanto não se deve pecar nunca, não há moderação para o pecado…

    Mas como digo no artigo, e espero que você possa relê-lo com atenção incluindo os comentário, beber até mesmo refrigerantes, e ingerir até mesmo alimentos “normais” deve ser feito com moderação…

    Tem gente que come demais, bebe refrigerantes demais etc isso é um problema… a única coisa que não precisa de moderação é amar a Deus, mas mesmo assim não esqueça sua vida material, pois se não, não há saúde para cuidar da vida espiritual, que afinal é única que vale…

    Abraço do Benito Pepe (com moderação hehe)

  • em
    Permalink

    ONDE ESTÁ ESCRITO QUE O VINHO QUE QUE JESUS FEZ NO MILAGRE NÃO POSSUÍA ÁLCOOL? ENTÃO NÃO ERA VINHO, ERA SUCO. LEMBREMOS QUE NEM OS BEBERRÕES NEM OS GLUTÕES NÃO HERDAM O REINO DE DEUS. ; MAS POR QUE ENTÃO ABORDAMOS SOMENTE A BEBIDA, MAS ESQUECEMOS DE ABORDAR O MUITO COMER.?

  • em
    Permalink

    Olá Osmar de Souza, é isso mesmo! Todo o exagero, isso sim é problema e pecado para com Deus e para conosco mesmo! Quem como demais, ou mesmo bebe refrigerante de mais está se destruindo. O mesmo se passa com o Vinho é claro.

    Abraços, Benito Pepe

  • em
    Permalink

    Legal gostei , Deixo um Conselho aqui, Efésios 5:14 Pelo que diz: Desperta, tu que dormes, e levanta-te de entre os mortos, e cristo te esclarecerá, Somente para os que estão em duvidas, faça um jejum e peça ao Senhor que te esclareça pode ter certeza que você terá uma resposta a sua questão e na qual certamente nunca mais ficara confuso ok, e Claro examine as escrituras, tire um tempo para a leitura da palavra pois nela a fontes de vida,

    Abraços, Viviane Rodrigues

  • em
    Permalink

    Viviane Muito obrigado pelo carinhoso comentário!

    Abraço,
    Benito Pepe

  • em
    Permalink

    OLÁ MEU GRANDE AMIGO, E ILUSTRE PROFESSOR BENITO. Ainda estou por aqui lutando contra os as adversidades carnais deste mundo, porque as espirituais já entreguei ao GRANDE ARQUITETO DOS UNIVERSOS INFINITOS.
    BOM! Vamos falar sobre, se o cristão deve ou não beber bebidas alcoólicas ?
    O livre arbítrio. é um direito que Nosso Deus dá a todas criaturas dotadas de inteligências e raciocínio. Segundo as estatística mais de três milhões de pessoas morrem anualmente no mundo, com problemas causados por bebidas alcoólicas. Mesmo assim, o ser humano continua se matando, alguns dizem que sabem que o álcool mata, mas mata devagarinho, pois eles não tem pressa.
    Todos nós sabemos, que tudo que existe no mundo, só existe porque Deus permite, cabe a cada um, o direito de fazer, ou não fazer.
    Quanto ao primeiro milagre de Jesus transformando a água em vinho, quando acabou o estoque que os glutões haviam bebido,e já estavam, como diz o dito popular ” pra lá de Bagdá”. As religiões diz que não havia álcool, no vinho transformado, como e de que maneira elas podem afirmar tal fato? Para mim Jesus jamais iria fazer, tão insignificante desobediência ao PAI, se o vinho até o momento que acabou era alcoólico, como até hoje o é, cabia aos apreciadores da bebida, como até hoje cabe, o direito de beber ou não.
    Eu pessoalmente conheço várias pessoa portadoras de doenças, que tomam remédios os quais são proibidos de serem ingeridos com bebidas alcoólicas, mas estão pouco ligando para o fato, ou seja! Estão suicidando-se lentamente.
    Bom, meu caro amigo. Você é sabedor do meu problema de saúde, pois além do AVC, estou lutando contra um CÂNCER de próstata, em tratamento no INCA. Mas está tudo entregue nas mãos de Deus.”” POIS SE EU QUERO IR PARA O CÉU NÃO POSSO TER MEDO DE MORRER””KKKKKKKK; . E aquele velho abraço.

  • em
    Permalink

    Grande camarada JM Dias, que bom ler você por aqui novamente, continue na luta e com suas sábias palavras e comentários neste humilde Site/blog que sempre é enobrecido com sua sabedoria de um ancião com inúmeras experiencias de vida.

    Grande abraço,
    Benito Pepe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.