Origem

Home mostrando um aparelho telefônico para o Céu

Conversando sobre Deus

Não sei se sou ateu, se sou agnóstico, se acredito pouco ou se acredito imensamente em Deus. Não me considero uma pessoa de fé. Sempre vivi num imenso conflito íntimo, desconfiando de tudo e sendo até muito cético em muitos momentos de minha vida. Porém, às vezes tenho a convicção que Deus existe de fato, mas que se ausenta, escondendo-se, certamente por vergonha de sua criação. E este é um assunto que em minhas conversas com padres e pastores eu jamais consegui obter alguma resposta que me satisfizesse por completo. Eles sempre idolatram ou absolvem Deus por tudo, e até me culpam por ser questionador. Não acredito que Deus precise ou queira ter advogados em seu nome. Se fomos criados à sua imagem e semelhança, então, ao sermos questionadores, estamos sendo como Deus é.

Conversando sobre Deus Read More »

Ser ou Ter? Este é um grande Dilema para muitos

Ser ou Ter? Conflito que nos persegue por muito tempo em nossa vida. Esse dilema começa e passa pela cabeça de muitos jovens quando vão ingressar em uma universidade. Eles pensam e repensam, conversam com seus pais e amigos e querem saber: “o que dá dinheiro?” Um dia desses encontrei com um dos meus alunos universitário que me disse: “professor eu curto muito esse negócio de astronomia, céu, universo, mas me disseram que “isso não dá grana”, é verdade?” Esse é o problema, estamos sempre nos perguntando o que vai nos dar “grana” a fim de Ter e não o que vai nos possibilitar Ser.

Ser ou Ter? Este é um grande Dilema para muitos Read More »

Fotografia de Heidegger. Heidegger e os Gregos: o Ser e o Céu antes e hoje

Heidegger e os Gregos: o Ser e o Céu antes e hoje

Neste capítulo vamos sucintamente esclarecer os termos e as definições de fenômeno e fenomenologia através de alguns autores desta corrente filosófica, como Husserl e principalmente Martin Heidegger; e fazer uma analogia entre o esquecimento do Ser tratado por Heidegger no seu livro: Ser e Tempo e a Astronomia, ou melhor, o esquecimento ou desconhecimento desta nossa origem Cósmica. Ao falarmos de fenomenologia não poderíamos deixar de citar Edmund Husserl que foi o mestre de Heidegger e para quem este dedica o seu livro Ser e Tempo.

Heidegger e os Gregos: o Ser e o Céu antes e hoje Read More »

desenho representando o Sol no centro e os planetas ao redor. As influências da Astronomia e a quebra de paradigmas na Modernidade

As influências da Astronomia e a quebra de paradigmas na Modernidade

Estávamos no centro do universo, éramos os seres mais importantes do universo, todos os corpos celestes: o sol, a lua, os planetas, tudo girava em torno de nós e portanto não havia dúvidas, nós éramos mesmo os benditos do cosmos. Esta concepção como dissemos foi “quebrada”, invalidada com Copérnico e o heliocentrismo; desta forma nós passamos a saber que não estávamos no centro deste universo, mas que éramos mais um “corpo” aí junto com os outros girando em torno do sol …

As influências da Astronomia e a quebra de paradigmas na Modernidade Read More »

Uma Fotografia do Homem Vitruviano Obra de Leonardo da Vinci. É uma Ilustração que marca o Humanismo do Renascimento. um do símbolos da retomada do racionalismo na Idade Moderna e a Influência na (da) Ciência.

A retomada do racionalismo na Idade Moderna e a Influência na (da) Ciência: especialmente a Astronomia/física

Na idade moderna, tivemos o renascimento de uma cultura greco-romana que teve e ainda tem grande influência em todo o mundo ocidental. Dentre elas gostaríamos de destacar a retomada do racionalismo em nossa cultura, que de certa forma esteve adormecido por um longo tempo; e que não cabe aqui questionarmos se foi benéfico ou não ao mundo moderno e nem mesmo à contemporaneidade, principalmente no que tange ao racionalismo científico.

A retomada do racionalismo na Idade Moderna e a Influência na (da) Ciência: especialmente a Astronomia/física Read More »

Rolar para cima