O Site/blog do Benito Pepe ultrapassa a marca de Um Milhão de Visitas

Agradeço a todos os amigos, colegas, fãs e visitantes em geral que conheceram, visitam, curtem e divulgam inclusive em redes sociais, o meu Site/blog! Muito obrigado a todos!

Essa é uma marca que não são todos os Sites que alcançam. Alcançar mais de 1.000.000 (Um Milhão) de visitas é uma marca Extraordinária. Muito Obrigado!!

Ler mais

O Astrônomo amador e a Astronomia

A Astronomia é uma das ciências mais antigas do mundo, temos indícios desse fato até mesmo em Pinturas Rupestres, o que nos dão indicações que já estudávamos de maneira Observacional e por Amor a este maravilhoso Céu há milênios. O Astrônomo Amador surge portanto antes do astrônomo profissional e continua depois deste.

Ler mais

Curso de Filosofia e Astronomia por Benito Pepe

Dentre os Cursos Apresentados por Benito Pepe temos um muito Especial chamado: “A Filosofia e a Astronomia Instâncias em que o Deslumbramento Aparece”.

Ler mais

Sumário, Bibliografia e Referências Bibliográficas do Texto “Filosofia e Cosmologia: A Physis e o Thauma Sempre Presentes”

Observo aos leitores que nem todos os tópicos apresentados abaixo estão com o mesmo título como foi publicado neste Site, no entanto publico aqui da maneira como está contida na monografia em si.

Ler mais

Considerações Finais do texto “Filosofia e Cosmologia: A Physis e o Thauma Sempre Presentes”

Entre outras análises da história do pensamento, podemos meditar que só teríamos consciência que existimos, no sentido mais profundo da palavra, através dos estudos da fenomenologia ou fenomenólogos. Da mesma maneira só poderíamos ter consciência de nossa origem cósmica através dos estudos da astronomia e da cosmologia.

Ler mais

O Esquecimento do Ser mencionado por Heidegger. E na Astronomia o Esquecimento do Céu

A tarefa declarada de Ser e Tempo é a de determinar o sentido do ser, Heidegger diz que este ser foi esquecido; o mundo ocidental o esqueceu. Mas Heidegger conforme nos lembra Reale e Antiseri (2006, p.208) se vê em aporia, pois “a análise do ser-aí, isto é daquele ente privilegiado que se propõe a pergunta sobre o sentido do ser, não revela o sentido do ser e sim o nada da existência”.

Ler mais

Heidegger e os Gregos: o Ser e o Céu antes e hoje

Neste capítulo vamos sucintamente esclarecer os termos e as definições de fenômeno e fenomenologia através de alguns autores desta corrente filosófica, como Husserl e principalmente Martin Heidegger; e fazer uma analogia entre o esquecimento do Ser tratado por Heidegger no seu livro: Ser e Tempo e a Astronomia, ou melhor, o esquecimento ou desconhecimento desta nossa origem Cósmica. Ao falarmos de fenomenologia não poderíamos deixar de citar Edmund Husserl que foi o mestre de Heidegger e para quem este dedica o seu livro Ser e Tempo.

Ler mais