Como conseguir mais tempo ou administrar melhor o meu tempo?

Tempo é um dos fatores ou dimensão mais obscuros e/ou difíceis de determinar e de se obter em vários aspectos e momentos de nossas experiências em nossa Vida. Quando falamos nas três dimensões físicas a conta é mais simples. Podemos constatar onde estamos, a que longitude ou latitude etc. A altura, o comprimento e a profundidade podem ser observados sem maiores dificuldades, agora, quando se fala no Tempo a coisa complica. Há quem diga inclusive que “o tempo está passando mais rápido” será que isso é verdade? Outros afirmam até mesmo que o tempo não existe. Enfim falar do Tempo não é tarefa simples.

Ademais cada pessoa vê o tempo de uma forma. Eu vejo o Tempo como algo real e mensurável, no entanto pra mim o tempo é essencialmente uma questão de priorização, aquilo que você prioriza definirá o seu tempo.

Em todos os tempos da humanidade sempre houve os que priorizaram o seu tempo para determinada coisa. Por exemplo, os escribas e copistas que conseguiam o tempo para copiar uma bíblia inteira à mão, algo inimaginável hoje em dia para muitos simples mortais. Acho que até mesmo digitando em um computador, muitos nem pensariam nesta ousadia. Por que aqueles homens o faziam? Eles tinham um propósito; aquela era a única maneira de se copiar e de se ter mais um exemplar da bíblia; eles dedicavam o seu tempo para fazer aquilo que julgavam importante; em fim eles tinham o tempo para aquilo que priorizavam.

Afirmar que os homens antigos tinham mais tempo do que os modernos e principalmente nós os contemporâneos é simplesmente dizer que com o passar do Tempo o mundo vai criando mais e mais tarefas e atribuições, esse é um fato. Como hoje em dia podemos copiar uma bíblia rapidamente em uma prensa, que existe desde 1455 com Gutenberg, não precisamos nos preocupar em copiá-la à mão, nem contratar um copista, é só ir a uma livraria ou solicitar pela Internet e teremos uma bíblia inteira em nossas mãos em pouco tempo.

O homem antigo também tinha necessidade de locomoção, ele precisava caminhar por horas e às vezes dias para percorrer distâncias que hoje fazemos em minutos com nossos veículos motorizados: carros, ônibus, trens, metrôs, e mesmo aviões, etc. Como podemos ainda reclamar do nosso tempo comparado com o tempo dos antigos? Quando uma pessoa há pouco tempo atrás precisava ficar no hospital para uma cirurgia de hérnia de disco da coluna vertebral, por exemplo, ela “perdia” um mês para Isso.  Ocorreu com a minha mãe há poucos anos, ela ficou no hospital durante 30 dias em uma posição única e imóvel até a cicatrização do osso afetado. Hoje para a mesma “cirurgia” uma pessoa pode, em alguns casos, entrar no hospital e com uma aplicação de raios laser sair no dia seguinte ou no mesmo dia, mas ainda há muitos casos que “perderão” semanas no hospital.

Procurei lembrar esse fato para evidenciar uma frase de um amigo que diz “há pessoas que reclamam do seu tempo dizendo que não tem tempo para isso ou para aquilo, mas quando ficam doentes encontram o tempo pra ficar no hospital”. O que quero apontar é que o tempo é uma questão de priorização ou “necessidade real”, sempre encontraremos tempo para aquilo que priorizamos ou necessitamos de verdade.

É claro que hoje em dia há muito mais tarefas do que na antiguidade, no entanto, tarefas e atribuições sempre foram questões de prioridades. Houve homens no passado que também reclamavam do seu tempo dizendo que não tinham todo o tempo que precisavam, há história de diversos cientistas visionários que viravam noite e dia em seus laboratórios, horas e mais horas até solucionarem suas incógnitas. Aliás, lembro que o mundo é modificado pelos marginais no bom sentido, são todos aqueles considerados fora do padrão que modificam o mundo, os que seguem o fluxo do rio não vão à margem, não descobrem “novas terras”. Os que vão à margem são os marginais que mudam o mundo, esses encontram tempo pra descer do barco e quando retornam pegam uma lancha e ultrapassam o barquinho que deixaram antes, ou pelo menos nos dão a possibilidade de termos uma lancha.

Pretendo lembrar com isso que precisamos cuidar de nossas prioridades, mas não se esquecer do Nosso Tempo, o tempo pra gente. Quem não tem tempo para si, não terá tempo para os outros. Porém só encontra tempo livre quem tem muitas atribuições, pois este se preocupa em administrar o seu tempo e assim encontra o tempo que precisa para suas prioridades. É claro que quando queremos “abraçar o mundo sozinho” não conseguimos. Para abraçar o mundo é preciso muita gente. Precisamos dividir tarefas, precisamos saber priorizar o que de fato é mais importante pra gente, nossa empresa, nossa família, nossos amigos em fim Nossa Vida.

Saber priorizar não é tão difícil assim, é preciso refletir: o que você busca para si? O que você quer alcançar? Qual o caminho que você pretende seguir? Quem você quer ser? Só encontraremos as respostas se fizermos as perguntas corretas.

Em algumas empresas vemos pessoas conversando com os colegas de trabalho futilidades todo o tempo, depois reclamam que não tiveram tempo para fazer suas tarefas. É claro que as futilidades fazem parte da vida, são até importantes para nossa mente e nosso lazer, no entanto não podem ser a norma do nosso tempo. Há quem vive a vida em futilidades, em “grupos sociais”, em “farras”, em baladas, assistindo besteiróis na televisão, ou seja, vivem com os “ladrões do tempo” e pior procuram por estes ladrões do tempo todo o tempo.

Precisamos do Lazer, mas não todo o tempo; precisamos do trabalho, mas não todo o tempo; precisamos cuidar de nossas Três Inteligências e principalmente do nosso QS (Quociente Espiritual), mas não todo o tempo; precisamos da família, mas não todo o tempo. Agora, com tantos afazeres, como juntar tudo isso e achar tempo? Precisamos estar em sintonia e viver em sincronia com nossos Pilares citados acima, veja o meu texto: “Os quatro Pilares da Vida”. Quando conseguimos uma sintonia e harmonia com nossos pilares o cosmos conspirará a nosso favor, seremos e estaremos mais felizes.

Este texto me tomou tempo, mas é um tempo que me dá prazer, é um tempo com o qual posso contribuir com as pessoas levando-as a reflexão. Pretendo ser aquele “marginal” citado acima… Sinto-me feliz quando as pessoas deixam comentários dizendo que o meu texto o ajudou em sua vida, em seus trabalhos acadêmicos, em sua empresa, etc.; meus textos trazem visitas para o meu Site/blog e muitos me contratam para palestras ou treinamentos de equipes – o que faço com muito prazer, em fim há um conjunto de Valores que me fazem dedicar tempo a escrever e publicar meus textos, porém o principal motivo é a felicidade em transcrever os meus pensamentos e reflexões e os compartilhar, não ficar só para mim, dividir é bom para somar. Aliás, eu aprendo mais escrevendo, o pensamento não sai de mim ele vem em mim.

No mais precisamos lembrar que cuidar da saúde é cuidar do nosso tempo, ainda que você não tenha mais tempo de Vida terá mais vida no seu tempo… Priorize a Vida e você estará conseguindo mais tempo e o administrará melhor!

Abraços do Benito Pepe

Benito Pepe

Benito Pepe: Empresário há mais de 30 anos, Administrador, Filósofo, Astrônomo Amador, Colunista, Palestrante, Instrutor e Professor Universitário. Tem formação acadêmica na área de Administração com pós-graduações em: Administração estratégica de empresas; Marketing; Filosofia Contemporânea; e Filosofia Antiga. Publica Aqui, seus textos sobre Filosofia, Astronomia, Administração, Marketing, Religião, Assuntos da Atualidade, além de um Papo geral.

8 comentários em “Como conseguir mais tempo ou administrar melhor o meu tempo?

  • em
    Permalink

    Olá meu camarada, quanto tempo ?
    Bom, vamos ver o significado desta palavra. TEMPO, Duração limitada; duração das coisas, época; estado atmosférico; o tempo continua frio; os séculos; estação; idade; ocasião oportuna; sucessão dos dias, horas e momentos,.) duração de cada parte do compasso, (gram.) flexão indicativa do momento a que se refere o estado ou indicação dos verbos; tempo composto; o que é conjugado; com um verbo auxiliar.
    O certo é, que: o tempo faz parte em todos os sentidos das nossas vidas, ele está presente em tudo, pois nada se realiza sem dependermos de minutos, horas, dias etc., que na verdade são sinônimos de tempo.
    Você citou os copistas dos pergaminhos que deu origem a Bíblia, eles levavam, com certeza até mesmo anos, para copiar um livro inteiro, principalmente porque, estes pergaminhos eram escritos em hebraico e aramaico, ou seja, uma caligrafia que não existia pontuação, eram escritas diretas, letras por letras.
    Acredito que o mais otimista dos copistas que tenha existido, jamais poderia imaginar que um dia aquele seu trabalho de anos, poderia ser feito em poucas horas.
    Esta pequenina palavra com apenas cinco letras, é na verdade um infinito de coisas que existem no mundo, e porque não dizer no universo, pois as vezes olhamos para o azul do céu, e vemos que ele esta coberto de nuvens cinzas, pois o tempo está nublado.
    No momento que escrevo este comentário, com certeza, estou usando o tempo em vários sentidos, os minutos que levei para escrever, e será que empreguei os verbos no seu tempo correto?.
    A verdade é uma só, para tudo dependemos do tempo; todas as criaturas animadas ou inanimadas, nascem, vivem e morrem em determinados tempos, gostaria de saber uma coisa, será que na eternidade existe TEMPO ?.
    Bom, isto só vou saber quando acabar o meu tempo aqui neste planeta, acabei no tempo certo, pois a patroa está chamando para o almoço.
    E, aquele abraço do amigo J.M. Dias

  • em
    Permalink

    Valeu meu grande camarada JM Dias, sábias palavras como sempre. Gostei dos trocadilhos que você fez com a palavra “Tempo” de fato podemos usá-la para muitas coisas diferentes, como você bem lembrou…

    Só uma observação, quando eu falava dos copistas já estava falando de “tempos” menos remotos que os do pergaminho, referia-me mesmo ao papel e a pena da idade média por exemplo.

    No mais quanto a questão levantada por você se na eternidade existe tempo, precisamos lembrar uma famosa frase cristã “o nosso tempo é diferente do tempo de Deus”. Outra coisa curiosa a respeito do tempo se passou com Santo Agostinho. Certa vez perguntaram a Agostinho, o que Deus estava fazendo antes do Tempo Existir (santo Agostinho defendia a tese que o tempo começa com o universo criado por Deus, antes não existiria o tempo que só existe para o homem, segundo essa tese) Santo Agostinho responde a pergunta sobre o que Deus estaria fazendo antes de criar o tempo: “Ele estava criando o inferno para quem faz perguntas desse tipo” heheh brincadeiras à parte, há quem defenda a tese que o universo é eterno, ou seja, nunca fora criado e nunca acabará, essa não é uma tese convencional mas é bem interessante refletirmos sobre isso… a única coisa que sei sobre o tempo é que faz tempo que penso o tempo, e em falar em tempo, vou dar um tempo agora….

    Abraços do Amigo Benito Pepe

  • em
    Permalink

    Como vc diz, o tempo é essencial. O que é o tempo para vc com os avanços da tecnologia?

  • em
    Permalink

    Daniela, obrigado pelo questionamento. O tempo é independente da tecnologia. O que muda com o avanço tecnológico e a diversidade de atividades cada vez mais ampla é a percepção quanto à passagem e utilidade e/ou utilização do tempo. No entanto, como digo no artigo, o “nosso tempo” é uma questão de priorização. Onde está a sua prioridade aí estará o teu tempo… Nós sempre temos tempo para aquilo que priorizamos.

    Abraços, Benito Pepe

  • em
    Permalink

    Achei o texto muito interessante, nas pesquisas que faço, nunca li um texto que falasse desse assunto, que é muito importante, sem dúvidas.
    Enriqueceu meus conhementos, Obrigada! Abraços.

  • em
    Permalink

    Obrigado querida Samantha, agora possa chama-la amiga Samantha.
    Abraços, Benito Pepe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.