Algumas das Mudanças Tecnológicas e Culturais nos últimos 40 anos

Não me considero tão velho assim, mas pude notar mudanças radicais nos poucos anos de minha vida. Vou comentar somente algumas delas, o caro amigo leitor poderá lembrar e comentar outras que tenham ocorrido com você.

Ler mais

Tiradentes – 21 de Abril

Tiradentes

Na noite da insurreição que libertaria Minas Gerais do jugo português, segundo Tiradentes pretendia, os líderes da inconfidência sairiam às ruas de Vila Rica dando vivas à república, com o que ganhariam a imediata adesão da população. Delatada e esmagada a conspiração, o movimento fracassou sem ter tido a oportunidade de pôr à prova a combatividade do povo brasileiro, o que certamente teria estimulado sua ambição de independência.

Ler mais

Quem é Deus e quem somos nós?

A humanidade de uma maneira ou outra sempre buscou algo que o transcenda, ou será que o transcendente é que buscou a humanidade? Não estou afirmando a hipótese da existência de uma transcendência, estou relatando um fato histórico. Quanto à primeira situação, ou seja, o homem buscar a “Deus” ou deuses, não há o que se questionar, esse fato existe há milhares de anos. Agora e se a segunda hipótese for verdade, ou seja, Deus ou os deuses é que buscaram a humanidade?

Ler mais

Curso de Filosofia e Astronomia por Benito Pepe

Dentre os Cursos Apresentados por Benito Pepe temos um muito Especial chamado: “A Filosofia e a Astronomia Instâncias em que o Deslumbramento Aparece”.

Ler mais

Sumário, Bibliografia e Referências Bibliográficas do Texto “Filosofia e Cosmologia: A Physis e o Thauma Sempre Presentes”

Observo aos leitores que nem todos os tópicos apresentados abaixo estão com o mesmo título como foi publicado neste Site, no entanto publico aqui da maneira como está contida na monografia em si.

Ler mais

O Esquecimento do Ser mencionado por Heidegger. E na Astronomia o Esquecimento do Céu

A tarefa declarada de Ser e Tempo é a de determinar o sentido do ser, Heidegger diz que este ser foi esquecido; o mundo ocidental o esqueceu. Mas Heidegger conforme nos lembra Reale e Antiseri (2006, p.208) se vê em aporia, pois “a análise do ser-aí, isto é daquele ente privilegiado que se propõe a pergunta sobre o sentido do ser, não revela o sentido do ser e sim o nada da existência”.

Ler mais

Heidegger e os Gregos: o Ser e o Céu antes e hoje

Neste capítulo vamos sucintamente esclarecer os termos e as definições de fenômeno e fenomenologia através de alguns autores desta corrente filosófica, como Husserl e principalmente Martin Heidegger; e fazer uma analogia entre o esquecimento do Ser tratado por Heidegger no seu livro: Ser e Tempo e a Astronomia, ou melhor, o esquecimento ou desconhecimento desta nossa origem Cósmica. Ao falarmos de fenomenologia não poderíamos deixar de citar Edmund Husserl que foi o mestre de Heidegger e para quem este dedica o seu livro Ser e Tempo.

Ler mais