O Melhor Aprendizado é através da Prática ou da Teoria?

Desde jovem eu escuto as pessoas dizerem: na teoria é uma coisa na prática é outra. De fato Há duas maneiras básicas de se aprender: uma é com a prática, a outra é com a teoria. Nesse contexto podemos aprender errando e acertando, isso ocorre com a prática. A outra forma de aprender é também com os erros e acertos, no entanto agora consideramos os erros e acertos de outrem, isso ocorre através da teoria. Em outras palavras aprendermos com nossos erros (prática) e/ou com os erros dos outros (teoria).

O esperto aprende com seus próprios erros. O sábio aprende com os erros dos outros. O virtuoso aprende com os acertos dos sábios e inova para a sua realidade. Podemos aprender no dia a dia, praticando, observando os outros fazendo, pedindo ajuda aos que já fazem tal tarefa há anos etc. Normalmente as pequenas empresas ensinam seus profissionais através da prática diária e, via de regra, com os próprios colegas de trabalho.  Quando pensamos em treinar nossos funcionários, devemos estar cientes que eles podem aprender fazendo, com acertos e erros. Mas podemos também lembrar que se eles experimentarem um treinamento, poderão somar à sua prática uma teoria que nada mais é do que o conhecimento de outros que expõem seus erros e acertos em uma apresentação apurada em vários livros.

A teoria é a soma de experiências vividas por várias pessoas que desenvolveram e acrescentaram conhecimento a uma tarefa, a uma rotina, a uma função, a uma atividade. Lembremos da famosa frase de Isaac Newton: “se alcancei patamares tão elevados, foi porque me apoiei sobre os ombros de gigantes”. Isaac Newton queria dizer com isso que foi através de suas leituras e seus exaustivos estudos que ele pode chegar aonde chegou. Em outras palavras a soma de teorias lhe proporcionou uma prática que até então nunca fora imaginada na história da humanidade.

Podemos lembrar também alguns dos grandes executivos da história recente, por exemplo, Jack Welch, nomeado presidente da GE, e que foi considerado o executivo do século XX. Ele defendia e praticava um aprendizado constante e alinhava teoria à pratica. Veja alguns dos seus pensamentos:

– Controle seu destino antes que alguém o faça.

– Encare a realidade como ela é, não como ela era ou como você gostaria que ela fosse.

– Seja gentil com todas as pessoas.

– Não gerencie, lidere.

– Mude antes de ser obrigado a mudar.

– Se não tiver uma vantagem competitiva, não entre na competição.

Bem, estes pensamentos podem ser experimentados por nós através de nossas práticas diárias ou através de nossa meditação e reflexão. A teoria é uma prática que já foi experimentada. Então, qual aprendizado você prefere? Acho interessante alinhar teoria à prática e não pensar só em uma. A prática sem a Teoria é egocentrismo, achar que somos todo poderoso e não precisamos aprender com os outros. E a Teoria sem a prática é em vão, aprender e não praticar é o mesmo que ler um bom livro de culinária, aprender excelentes pratos, mas nunca ir á cozinha prepará-los.

Não obstante ao exposto acima, é bom lembrarmos que há funções que na grande maioria das vezes se aprende mesmo é na prática e no dia a dia. Mas quando se fala em funções de maior nível intelectual, é claro que a teoria é fundamental.

Abraços do Benito Pepe

Benito Pepe

Benito Pepe: Empresário por 30 anos, Administrador, Filósofo, Astrônomo Amador, Colunista, Palestrante, Instrutor e Professor Universitário. Tem formação acadêmica na área de Administração com pós-graduações em: Administração estratégica de empresas; Marketing; Filosofia Contemporânea; e Filosofia Antiga. Publica Aqui, seus textos sobre Filosofia, Astronomia, Administração, Marketing, Religião, Assuntos da Atualidade, além de um Papo geral.

19 comentários em “O Melhor Aprendizado é através da Prática ou da Teoria?

  • em
    Permalink

    Olá professor. Uma das sabedorias mais práticas e populares que para mim existe è unir o útil ao agradável. Aqui no Brasil, leva-se mais ou menos entre 18 a 20 anos para fabricar-se um técnico em especialidades diferentes. O governo prega aos quatro ventos que suas escolas técnicas são altamente qualificadas, o jovem estuda, se forma, coloca o diploma debaixo dos braços e sai à procura de emprego feliz da vida, pois está formado. Começa aí sua decepção, pois a primeira exigência das empresas são os famigerados dois anos de carteira assinada. Desiludido, sua primeira providência é um local para um estágio naquilo em que se formou, na maioria das vezes muito mal remunerado tanto que o salário não dá sequer para cobrir as despesas de ida e volta ao trabalho. Teoricamente o jovem já esta preparado, mas na prática ele vai ver que: o que aprendeu na teoria é simplesmente um conjunto de conhecimento, os quais passam a depender muito da sua reflexão, para chegar a um plano concreto. A teoria ele aprendeu na escola, e a prática irá aprender no decorrer do exercício da profissão, cujos professores passam a ser, seus próprios colegas de trabalhos, chefes, supervisores etc. Os acertos e erros certamente vão acontecer, cabe ao jovem vigiar os trabalhos dos mais experientes, para ir se aprimorando, para chegar a perfeição naquilo que se especializou. E ter sempre em mente que, segundo os sábios, o homem perfeito é aquele que sabe, mas pergunta se está certo. Ora, se ele, o jovem já sabe na teoria, vá ao mais antigo na prática e pergunte se aquilo que vai fazer é o correto, aí ele aprende duas vezes. A verdade é que, na prática o sujeito aprende a executar a tarefa, e na teoria ele aprende a pensar em executar a tarefa. Logicamente se ele unir o útil ao agradável, sem dúvida alguma, tudo se tornará mais fácil para alcançar seu objetivo.
    Mais uma vez aquele abraço do amigo Dias.

  • em
    Permalink

    Mais uma vez, VALEU!!, Valeu meu camarada Dias, sábias palavras de um homem que tem um vasta experiência de vida, tanto na Academia quanto na Prática. Obrigado meu amigo você está colaborando demasiado positivamente em meu Site/blog. E, certamente, está ajudando a muitas pessoas que lêem teus comentários.

    Abraços do Benito Pepe

  • em
    Permalink

    Adorei conhecer seu trabalho,vc é uma pessoa muito inteligente,eu estou na luta para conseguir meu espaço no mercado de trabalho e seus conselhos são muito bem vindos para mim.Costumo dizer que sei muito pouco,tenho pouca experiência,mas tenho uma vontade enorme de vencer,e muita vontade de aprender.

  • em
    Permalink

    Olá Maria Batista, obrigado pelo carinhoso comentário! Inteligente é você que está pronta e aberta para conhecer e aprender. Ninguém sabe tudo, sempre temos o que aprender, portanto esteja certa que você tem com o que contribuir aqui mesmo no meu Site/blog. Visite outros textos e deixe seus comentários à vontade, ok?

    Abraços do Benito Pepe

  • em
    Permalink

    Lí no jornal INFOCO (recebido em ROCHA MIRANDA ) , PRÁTICA OU TEORIA , muito legal , eu tive um professor na faculdade que quando reclamavamos da muita teoria ele dizia :

    ” nada tão prático como uma boa teoria ”

    Um grande abraço e feliz 2011
    Gilson

  • em
    Permalink

    Olá Gilson, obrigado pelo comentário! É isso mesmo: “Nada tão Prático com uma boa Teoria!”

    Aliás, como digo no meu texto a teoria nada mais é do que a prática de alguém teorizada. É uma receita de bolo, mas se a pessoa não fizer o bolo com amor, o bolo prático é muito ruim…

    Espero teus comentários em outros textos meus.
    Abraços do Benito Pepe

  • em
    Permalink

    Existem várias teórias em torno desta termologia”teória”,(Racionalismo),e em torno da termologia”Prática”,(Empirismo),mas são paralelos indispesáveis para a vida do ser,”Aprendente”,o propósito é se ter metodologias para se ensinar e para se aprender,temos vários teóricos,que referem-se a inteligência nata, e a multiplas inteligências.A questão é mais complicada do que parece ser,porque a apredizagem depende e independe de vários fatores,tais como:A cultura, a Educação, o meio social, às relações interpessoais e etc.Neste confronto ideológico sabe-se menos como resolver tal enigma,buscamos respostas e fazemos interrogações para nos depararmos em uma constante incógnita.O quê é mais importante: é ser teórico ou ser prático? TOBE OR NOT TOBE?

  • em
    Permalink

    Olá caro colega Brígido, muito bom e pertinente teu comentário. Parabéns! É isso mesmo! Cada pessoa é uma pessoa e como indivíduo apreende de uma maneira diferenciada e de acordo com o conjunto de sua vida e experiências etc., no entanto pretendi neste meu texto evidenciar a dupla importância: teoria-prática, uma não pode viver sem a outra.

    Abraços do Benito Pepe

  • em
    Permalink

    Olá amigo Benito! Não teria como deixar o meu comentário em outra parte, teria que deixar no texto que foi feito pensando nos que discutimos no curso, resumindo pensando em mim, rsrs!
    Bom estou aqui para agradece-lo de todo coração, a família MadeRio só tem o que agradecer por toda ajuda e sabedoria dedicados nos cursos. Tenho plena certeza de que doravante teremos uma NOVA MADERIO, graças a você, nosso sábio mestre.
    Estamos só no começo do ano e temos muito trabalho pela frente e gostaria muito de poder contar sempre com seus cursos, ajudas e sabedoria para que tenhamos um ano repleto de crescimentos, prosperidade, paz e muita saúde.
    Forte abraço
    Adli Lima
    MadeRio

  • em
    Permalink

    Olá querido Adli Lima, obrigado pelo comentário e depoimento. Vou publicar parte dele diretamente no parecer sobre meus treinamentos e palestras. Veja lá os outros depoimentos também>>>
    http://www.benitopepe.com.br/comentarios/

    No mais, nós, eu e o Pedro da Texas estamos gratos pelo voto de confiança depositado em nosso trabalho e ficamos muito felizes em saber que estamos contribuindo para uma NOVA MADERIO. Certamente ela crescerá cada vez mais, e esses 40 anos de existência multiplicar-se-ão por muitos mais…

    Parabéns e muito obrigado!

    Abraços do amigo Benito Pepe

  • Pingback:Porque contratar um Palestrante? | Benito Pepe - Palestras, Treinamento de Equipes e Cursos

  • Pingback:Sócrates e o Aprendizado. Aprendendo a Aprender com Sócrates | Benito Pepe - Palestras, Treinamento de Equipes e Cursos

  • Pingback:Veja alguns Destaques das 200 publicações. Parabéns ao Site: Benito Pepe! | Benito Pepe - Palestras, Treinamento de Equipes e Cursos

  • em
    Permalink

    Quero em primeira mão felicitar-lhe pela clarividência dos teus conhecimento. Olha Benito Pepe acabaste de ganhar um amigo angolano, isso prque a temática que trazes me fez estruturar melhor o meu TFC. Estou a escrever o meu trabalho e antes de ler as tuas instrução sobre metodologia cientifica eu tinha grandes problema em como começar.

  • em
    Permalink

    Bacana Francisco! Isso me alegra muito, sou sabedor que ajudo muita gente com meus textos, mas poucos vêm agradecer publicamente. Valeu! Eu é que devo agradecer!!

    Se você usa o Facebook pode me adicionar como amigo, será um prazer mantermos contato… Depois que teu trabalho tiver pronto e você já tiver recebido de volta da banca e com as possíveis alterações e correções, se for o caso, pode me enviar que terei prazer em publica-lo de dando os créditos, ok?

    Abraços, Benito Pepe

  • em
    Permalink

    professor ? eu tenho que fazer um trabalho de Educação física com base em defender que a pratica é melhor que a teoria ,pois o outro grupo terá que defender que a teoria é melhor ,sendo assim estou sem ideias para usar praticas na aula e além de tudo não sei o que argumentar para prevalecer minha versão e meu grupo se sobressair o que faço ?

  • em
    Permalink

    como faço para dar uma aula provando que a pratica é melhor que a teoria … na Educação física ?

  • em
    Permalink

    Olá Willyngto, demonstre com um exercício prático em sala…
    Abraço, Benito Pepe

  • em
    Permalink

    Willyngtyon, preciso deixar claro que sou a favor das duas: teoria e prática, mas nesse teu jogo é mesmo com um exemplo…
    Abraço, Benito Pepe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.