Entrevista sobre Liderança

 

Entrevista concedida pelo líder, palestrante e professor Benito Pepe aos alunos de graduação em Gestão de Recursos Humanos (relacionados no final deste texto). Estudantes do IESFAVI – INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR E FORMAÇÃO AVANÇADA DE VITÓRIA.

As seguintes perguntas tem o objetivo de conhecer principalmente a trajetória do líder até ao seu cargo atual, seus métodos e objetivos.

 

 1 – Qual foi sua trajetória até o seu cargo de líder?

 Bem, eu sempre fui empresário, inicialmente na empresa de minha família e já estudava administração de empresas desde o ensino médio (antigo 2º grau) estudei no SENAC onde tive meu primeiro contato teórico com administração de empresas e gestão de pessoas. Portanto iniciei minha carreira como líder bem jovem, eu tinha apenas 23 anos de idade e tive que liderar minha equipe, por motivo de força maior, a morte do meu pai e maior mestre que tive.

 Após alguns anos eu e meu irmão montamos nosso próprio negócio e que continua até os dias de hoje, isso ocorreu em janeiro de 1994, nesta época tive uma bela e enriquecedora experiência como líder. Também desde 2006 sou professor e palestrante, dessa maneira assumo certa liderança em sala de aula, tanto quanto nos meus cursos, palestras, workshops e treinamento de equipes em que me apresento.

 2 – Como você se descreve como líder de sua equipe?

 No início confesso que tive muita dificuldade, pois as teorias entravam em conflito com a prática muitas vezes. Com o passar do tempo fui me aprimorando e passei a ser um  líder participativo, servidor e acima de tudo professor, sim professor, pois procurava estar sempre ensinando e incentivando os colaboradores ao aprendizado e ao seu desenvolvimento profissional e pessoal.

 3 – Você vê as coisas diferentes ou mudou seu estilo de agir a partir do momento que se tornou líder?

 Acho que esta pergunta eu já respondi na questão anterior. Mas de qualquer maneira vou complementar dizendo que como líder eu observei claramente que as pessoas me notavam de maneira diferente e assim aos poucos eu fui incorporando e me adaptando a essa nova realidade. E certamente, no meu caso, pois eu era bem jovem, mudou muito na minha vida e na maneira de ver as pessoas e os próprios relacionamentos.

 4 – Durante sua carreira, você já chegou a pensar em liderar algum grupo?

 Sim! Eu sempre pensei em liderar um grupo, quando meu pai faleceu, eu já estudava na universidade também na carreira de administrador, por isso minha intenção naquela época era trabalhar em uma grande empresa, além de ser empresário. A propósito nunca parei de estudar, até mesmo sendo empresário eu fiz diversas pós-graduações na área de administração e filosofia. Mais detalhes você pode observar no meu Site/blog onde escrevo artigos sobre os temas: Administração, Marketing, Filosofia, Religião e Astronomia entre outros.

 5 – Qual foi o seu maior desafio quando se tornou líder?

 Meu maior desafio em minha primeira liderança foi me fazer respeitar, devido a minha pouca idade e também não muito conhecimento prático, pois eu me encontrava na empresa há 4 anos e haviam pessoas ali mais antigas.

 6 – Como você lida com os conflitos de sua equipe?

 Os conflitos sempre existirão e faz parte da humanidade, a diversidade deve ser vista com bons olhos e é ela que faz a humanidade progredir e evoluir em todos os sentidos. No primeiro momento que observamos uma situação de conflito devemos incentivar a solução do mesmo pela própria equipe, ficando apenas como um mediador, se necessário. Também é preciso dar tempo ao tempo, ou seja, nem sempre situações de conflito podem e devem ser resolvidas de imediato, às vezes é necessário passar um dia ou um final de semana, por exemplo, esperar “baixar a poeira” e retomar o tema com novo ânimo e mais tranquilidade. È também importante lembrar a resiliência que devemos ter em um ambiente de trabalho.

 7 – Com toda sua experiência em seu cargo, como você analisa sua evolução?

 A minha evolução continua, estou certo que os seres humanos não deixam de evoluir e aprender até o momento de sua morte. Então como humano e líder estou certo de que tenho muito ainda a evoluir. Mas desde já posso dizer que aprendi muito mais na prática através dos relacionamentos com as pessoas do que pela teoria, embora uma sempre complemente a outra. Noto muito minha evolução no lidar com o ser humano, nas relações interpessoais e nas habilidades de comunicação, percepção etc..

 8 – Você é adepto a sugestões?

 Claro que sim! Sugestões devem ser vistas sempre com bons olhos, e ainda que não se possa por em prática de imediato devem ficar em um “Banco de Dados” sejam escritas mesmo ou em nossa memória. As sugestões podem ser intercambiadas e formar uma nova ideia. A propósito uma ideia só é combatida com uma ideia melhor…

  9 – Você se deixa influenciar pelas questões pessoais na hora de tomar uma decisão?

 As questões pessoais, sejam nossas percepções, seja com relação ao nosso interlocutor colaborador, vai influenciar sim em nossas decisões, ainda que devamos afirmar que não podemos nos influenciar dessa maneira, mas isso é utopia. Agora, é claro e óbvio que devemos nos distanciar desses vieses.

 10 – Quais métodos você desenvolveu para encorajar as pessoas a serem mais criativas?

 A primeira condição que devemos buscar é incentivar o grupo a decidir por si só, precisamos entender que o ser humano só aprende fazendo. Gosto muito do livrinho “O Gerente Minuto” o líder deve ouvir os colaboradores até mesmo quando eles trouxerem um problema, com perguntas assim: e então qual a solução vocês acham que poderíamos adotar neste caso? Então, se eles não tiverem uma solução imediata, ainda que nós já a tenhamos deixemo-los pensar um pouco e ouviremos sua criatividade, muitas vezes pode ocorrer que a solução de nossos colaboradores seja mais eficiente que a nossa.

 Conclusão

 É possível concluir que este líder iniciou sua carreira bem cedo junto a sua família e tendo como inspiração seu pai.  Ele se descreve como um líder participativo, democrático e dá muita importância às opiniões de seus subordinados, acredita que isso ajuda muito no relacionamento entre os membros da equipe e ajuda na solução de problemas. Isso comprova que o estilo de líder adotado por ele se correlaciona com a liderança como administração dos sentidos. 

Como todo e qualquer líder, ele encontrou diversas dificuldades no início com sua equipe, mas com ética e responsabilidade, soube amadurecer e se adaptar à realidade mostrando-se um líder flexível. De acordo com as respostas apresentadas pelo entrevistado é possível concluir que este líder é um líder democrático, como ele mesmo prefere definir: Um líder professor!

É muito interessante a definição apresentada pelo entrevistado. Um líder professor, que direciona, mostra os caminhos mais viáveis, mas também concede uma responsabilidade ao grupo, isso é importante, pois o grupo sente uma maior motivação. A liderança eficaz necessita estar de mãos dadas com a motivação que é o elemento-chave para a eficácia, tanto do líder como dos liderados. O entrevistado mostrou que sente motivação em liderar. Pode-se concluir que além de um professor, ele se torna um aluno também, como se pode analisar nas perguntas 7 e 8, onde ele relata ter aprendido mais através das relações com as pessoas, e ser adepto a sugestões, ou seja, um líder que sabe ouvir.

É muito interessante a forma como o entrevistado lida com conflitos. Na apresentação do trabalho em sala de aula, a resposta da pergunta 6 chamou muito a atenção dos alunos e da professora. Uma forma tão simples de lidar com conflitos, mas que certamente trás ótimos resultados.

E por fim, conclui-se que este líder dá importância à liderança. Escuta seus liderados, incentiva-os a sempre estarem se autodesenvolvendo, talvez seja esse o ponto chave de sua liderança, o que faz com que este líder tenha eficácia. E através da análise das respostas apresentadas, pode-se dizer que este líder faz com que seu liderado encontre um sentido para aquilo que ele faz. Realmente, liderar é aprender…

 

Modelos de liderANÇA – ENTREVISTA

 

IESFAVI – INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR E FORMAÇÃO AVANÇADA DE VITÓRIA

CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA

GRADUAÇÃO EM TECNÓLOGO GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS

Alunos:

EDINARDO DOMINGOS BRITO SAMPAIO

ELIS CRISTINA TERRA

RAYANA TEIXEIRA LYRA

RAIANE NEUMANN FANTONI

SAMANTHA NASCIMENTO SILVA

TATIANE COSTA DOS SANTOS

Related posts:

  1. Treinamento, Palestra ou Workshop: “Gestão de Equipes e Liderança: uma Abordagem prática”
  2. O Líder e Estilos de Liderança ou Chefia
  3. Tenha um Foco Inteligente e sua Liderança será Inteligente
  4. A Inteligência Espiritual QS por Danah Zohar Entrevista a Revista Exame
  5. Princípios Psicológicos do Processo de Aplicação de Recursos Humanos
  6. O Feedback na Empresa e em Nossa Vida Pessoal
  7. O Certo pode Ser Errado?
  8. Resumo do primeiro dia no Treinamento “Ambiente de Trabalho e as Relações Interpessoais”
  9. Quatro Cegos e a Avaliação de um Elefante. Como cada um o vê?
  10. A Fábula do Rato e uma Analogia com o Ambiente de Trabalho

Benito Pepe

Benito Pepe: Empresário por 30 anos, Administrador, Filósofo, Astrônomo Amador, Colunista, Palestrante, Instrutor e Professor Universitário. Tem formação acadêmica na área de Administração com pós-graduações em: Administração estratégica de empresas; Marketing; Filosofia Contemporânea; e Filosofia Antiga. Publica Aqui, seus textos sobre Filosofia, Astronomia, Administração, Marketing, Religião, Assuntos da Atualidade, além de um Papo geral.

6 comentários em “Entrevista sobre Liderança

  • em
    Permalink

    Ser líder é isto mesmo,…….. Saber falar, delegar, e buscar ouvir. Ler esta entrevista, Ouvi-lo falar e de uma tamanha oportunidade privilegiada, pois o aprendizado é com certeza garantido. Palavras de sábio, que é cheio de oportunidades para a porta do crescimento intelectual de quem passam a ser seus ouvintes.. Mas sucesso e aprendizado-como dissestes- para ti e para nos também……..

  • em
    Permalink

    Olá Ruteleia, obrigado pelo carinhoso comentário, suas palavras me lisonjeiam…

    Abraços do Benito Pepe

  • em
    Permalink

    Estou muito feliz em ver a entrevista no seu site. Muito obrigada pela oportunidade!
    Realmente isso me ajudou muito em meu curso, e me sinto cada vez mais interessada no assunto…
    Vc é 10 Benito!
    Abraços..

  • em
    Permalink

    Obrigado Samantha! Eu é que agradeço a oportunidade de fazer parte do teu trabalho. Grato também pelo 10, essa é a nota que mais gosto ehheh

    Abraços, Benito Pepe

  • em
    Permalink

    Fiquei muito feliz em ver nossa entrevista publicada, muitíssimo obrigada pela ajuda e compreensão.
    Estaremos sempre acompanhando seu trabalho e com isso aprendendo cada dia mais.

    Abraços Benito

  • em
    Permalink

    Obrigado Rayana! Transmita os meus parabéns por vosso trabalho a todos os participantes do grupo!

    Abraços, Benito Pepe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.