Tempo é uma questão de Priorização

Há muita gente dizendo que não tem tempo para isso e nem para aquilo. Dizem que o Tempo não é mais o mesmo de outrora, afirmam ter a sensação de que o Tempo está Passando mais Rápido, sentem como se o dia não tivesse mais as 24 horas de antes.

Mas isso está ocorrendo? O tempo hoje é menor do que era antes? É claro que não! O tempo é, e sempre foi o mesmo! (Para ler mais sobre este ponto veja o link acima).

O tempo é uma questão de Priorização. Onde está a sua prioridade aí estará o seu tempo. É lógico que é, e sempre foi impossível fazermos tudo o que gostaríamos de fazer. Nosso tempo é e sempre foi limitado nas 24 horas diárias. Um dos problemas é que, em nossos dias, há muito mais atividades e futilidades para tomar o nosso tempo. Então é preciso saber priorizar. E você sempre vai encontrar tempo para fazer aquilo que você mais quer! Isto é um dado, é um fato.

Onde está o nosso coração, nossa paixão e nossa prioridade, estará o nosso tempo. Por isso tempo é uma questão de priorização. Em nossos dias com tantas atividades e futilidades precisamos saber, mais do que nunca, como priorizar. Em primeiro lugar procure fazer aquilo que você ama, faça aquilo que te dá prazer em fazer, aquilo que após você realizar, você consegue ver resultados positivos para você e para os teus próximos.

Em segundo lugar observe as conseqüências das tuas priorizações e reflita: aquilo que você está priorizando faz bem para você e/ou para teus próximos? Você se sentirá mais feliz e realizado com as conseqüências de suas atitudes e de sua priorização?

Bem, após fazer essa pequena reflexão você poderá analisar se sua priorização lhe proporciona um prazer e satisfação, somente imediatos, ou lhe propicia resultados mais duradouros. O mundo ocidental, pautado no capitalismo e no extremo materialismo, pensa de maneira instantânea, pensa no aqui e no agora, pensa no prazer do momento, pensa na satisfação e no prazer através do consumismo e tudo isso através de múltiplas atividades sem pausas. Mas será que precisamos agir assim? Precisamos nos deixar levar por essa “corrida maluca”?

É claro que precisamos trabalhar para vivermos, mas isso é diferente de vivermos para trabalhar. Da mesma maneira precisamos nos alimentar para viver, mas não viver para comer. Também precisamos das futilidades e do lazer para nossa vida ser mais descontraída, mas não precisamos e não podemos viver só de futilidades, ou só em função delas.

Penso que quando fazemos algo que nos dá prazer, o fazemos com satisfação e estamos construindo nossa felicidade desde já. É claro que há na vida de todos nós, momentos de alegria e momentos menos nobres. Há momentos que pensamos em “chutar o pau da barraca”, há momentos em que choramos e sofremos, estamos tristes. Isso ocorre até com os jogadores de futebol que, via de regra, “ganham” a vida fazendo o que amam fazer desde moleques.

Ainda que você faça aquilo que você ama fazer, sua vida terá tropeços e momentos menos felizes. Somos seres Racionais, mas também Emocionais, o velho jargão: “equilibrar a razão e a emoção” é muito lindo didaticamente, mas se você não procurar desenvolver as tuas três inteligências – QI Inteligência Intelectual, QE Inteligência Emocional e a QS Inteligência Espiritual (Spiritual intelligence), você não conseguirá equilibrar a razão e a emoção.

Muitas vezes agimos demasiadamente de maneira Racional, esquecemos nossas Origens Emocionais e nos pautamos na matemática, nas contabilidades capitalistas, na lógica e na maneira em que aprendemos a pensar.  Mas esta será a “lógica verdadeira”? Só porque é a lógica do mundo em que vivemos?  O ponto em pauta é: essa é a lógica da nossa “Caverna.” No entanto, há o outro extremo: viver estritamente de maneira Emocional e apenas observando as Sombras na Caverna. Precisamos lembrar que também somos seres racionais e dessa maneira volto a indicar: é preciso o equilíbrio entre Razão e Emoção. Equilíbrio este que também deve haver em todas as nossas atividades neste planeta.

Há muita gente que trabalha no “operacional”, outras pessoas trabalham no “não operacional”, mas ambas reclamam que não têm tempo para “executar suas tarefas”. Neste ponto um dos problemas que ocorrem é que essas pessoas misturam suas atividades de maneira equivocada e às vezes ao extremo. É bom que, quem trabalhe com o operacional também tenha tarefas administrativas, por exemplo. Da mesma maneira quem trabalha com “tarefas não operacionais”, como um líder, deve se ocupar prioritariamente com “atividades não operacionais”, mas deve também, vez em quando, se ater ao operacional e “por as mãos na massa”. Agora, isso deve ser feito com equilíbrio, cada um tem um tipo de atividade e missão e deve saber priorizar sua função na empresa e na vida.

É Importante saber dividir o tempo. O tempo é questão de priorização, mas também é resultado de sabermos dividi-lo, por exemplo: o tempo da empresa deve ser o tempo da empresa.  Quando estamos em nosso horário de trabalho, devemos nos dedicar ao nosso trabalho, às nossas atividades, sejam elas operacionais ou não. E tenha cuidado para não perder tempo ao extremo embaralhando suas funções. Além do mais tome cuidado com a perda de tempo com assuntos que não sejam pertinentes ao seu trabalho ou à sua atividade primordial. Da mesma maneira, quando estamos em lazer ou com a nossa família, o nosso tempo deve ser o tempo da família. Quando estamos lendo, estudando ou fazendo alguma atividade intelectual, esse tempo deve ser o tempo do aprendizado.

Devemos separar sabiamente o nosso tempo. Assim cada tempo tem o seu tempo. Considero que “Há Quatro Pilares na Vida”: Deus, a Família, o Trabalho e o Lazer. Para cada um há o seu tempo e o seu momento de priorização, é claro que às vezes eles podem e devem se cruzar, mas sempre teremos tempo para tudo, sabe por quê? Porque tempo é uma questão de Priorização.

Abraços do Benito Pepe

Benito Pepe

Benito Pepe: Empresário por 30 anos, Administrador, Filósofo, Astrônomo Amador, Colunista, Palestrante, Instrutor e Professor Universitário. Tem formação acadêmica na área de Administração com pós-graduações em: Administração estratégica de empresas; Marketing; Filosofia Contemporânea; e Filosofia Antiga. Publica Aqui, seus textos sobre Filosofia, Astronomia, Administração, Marketing, Religião, Assuntos da Atualidade, além de um Papo geral.

8 comentários em “Tempo é uma questão de Priorização

  • em
    Permalink

    Oi meu camarada, neste momento estou priorizando um TEMPO para fazer uma das coisas que gosto; comentar os seus textos. Bom! temos que ter tempo para tudo, pois tudo que fazemos toma nosso tempo, se vamos assistir um jogo de futebol na televisão, temos o primeiro, e quando acaba o segundo, logo a seguir começa o terceiro tempo, (programa de comentaristas ). Tem tempo de tudo que é jeito, TEMPO FRIO, TEMPO QUENTE, TEMPO UMIDO, TEMPO SECO, em fim, é tempo para tudo que é lado. Pior é quando chega este horário verão, o tempo voa, se acordamos com o sol já bastante alto, e olhamos para o relógio, não temos tempo para quase nada, pois o tempo já passou, e as horas que nos resta, será que dá tempo para resolvermos os problemas? Principalmente se tivermos que ir ao médico, dentista, banco etc. Pois estas coisas nos tomam um TEMPÃO
    É bem verdade que ás mesmas vinte e quatro hora de hoje, são iguais ás de antigamente, também é verdade que não podemos reclamar que o tempo está passando mais rápido, pois com a tecnologia de hoje, temos muito mais tempo de resolvermos os problemas. Um exemplo é quando eu era seu vendedor, tínhamos de esperar o contato da financeira para aprovar um ficha de venda do carro, hoje você aprova pelo computador no mesmo instante, e em pouco TEMPO. Eu acho que com a modernidade dos aparelhos e das maquinas, ao contrario, temos muito mais tempo hoje do que antigamente, o problema agora é saber se empreguei os verbos nos tempos certos, mas com certeza tenho bastante tempo, para desejar-lhe um forte abraço. Do amigo J.M.Dias

  • em
    Permalink

    Valeu meu amigo JM Dias, esse foi um comentário bem poético e romântico hem?
    Abraços, Benito Pepe

  • em
    Permalink

    Boa Tarde Benito Pepe!

    Adorei os assuntos e as informações continas no seu site!

    Abraços,

    Mauricio.

  • em
    Permalink

    Olá Maurício, obrigado pelo carinhoso comentário!

    Volte sempre, leia os artigos que queira e deixe teus comentários, valeu?

    Abraços, Benito Pepe

  • em
    Permalink

    Esse Tema “Tempo é muito importante”! tenho procuraso ler tudo sobre esse tema com o ojetivo de melhor a minha administração do meu tempo, de modo a ter tempo para minha vida também e não somente trabalho.

    Está sendo interessante ler seus artigos sobre administração do tempo.

    Abraço – Nivalda

  • em
    Permalink

    Olá Nivalda, fico feliz com isso! E espero que você sempre encontre tempo pra ler meus textos e visitar meu Site. Pois tempo é questão de Priorização!
    Abraços, Benito Pepe

  • em
    Permalink

    O desenvolvimento dessas inteligências certamente é mais que necessário para o equilíbrio da razão e emoção, na vida para desenvolvermos nossas atividades diárias em um dia cronometrado devemos priorizar e observarmos ao final do dia o saldo do nosso investimento de tempo; então notamos que algumas coisas não foram feitas da maneira que gostaríamos e algumas vezes lançamos a culpa sobre o tempo ou a ausência do mesmo é nesse momento que saber priorizar é fundamental para o exercício de nossas atividades devemos manter o equilíbrio entre nossa razão e nossa emoção.

    Quando há equilíbrio em nossas prioridades certamente conseguimos estar com qualidade desenvolvendo nossas atividades com prazer de modo que seja prazeroso não apenas pra nós, mas para aqueles que estão ao nosso lado e também contam com a nossa priorização de tempo ou seja amigos e família, é bem certo que não somos super homens mas será que priorizando dá pra ser uma super pessoa? Enfim observando esse texto fica claro que tempo é questão de priorização.

  • em
    Permalink

    Olá Alexsandra Granja, são lindas suas palavras. Obrigado por contribuir de maneira tão significativa com este teu comentário.

    Volte sempre!

    Abraço, Benito Pepe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.