mascara Há pessoas que convivem anos e anos com uma pessoa e quando menos se espera tem uma surpresa… Sentem a sua confiança traída. Isso ocorre em todos os campos do convívio social, pode ser na relação matrimonial: marido e mulher; colegas e “amigos” de muitos anos; parentes da mesma família (relação sangüínea) inclusive os não sangüíneos também é claro; em fim esse mal da traição ocorre em todos os campos sociais, e destarte na empresa também! Então? É possível confiar em um colega de trabalho?

Particularmente acho que, infelizmente e, via de regra é claro, não é possível confiar plenamente em todos os colegas de trabalho. Vamos ver por que…

Em primeiro lugar um colega de trabalho que não esteja totalmente comprometido com a empresa, não terá pudor também com relação aos colegas, o seu maior interesse é com sigo mesmo. Ele está pensando no seu cargo e em sua renda. Pensa “erroneamente” que o colega é um rival, um oponente, um concorrente. Assim age também com a própria empresa que lhe dá o sustento.

Como disse, quem pensa assim está equivocado. Pior ainda é aquele empregado que pensa que o patrão é um oponente. Está mais “preocupado” com a vida do patrão/supervisão do que com suas atribuições. Há também aqueles que só vêem o seu lado financeiro, estes estão prontos para “puxar o tapete” a qualquer momento. Jogam o lixo para debaixo do tapete, ou seja, escondem os seus erros, suas falhas, e só apontam os erros dos outros. Mas esquecem que o tapete volta e meia é limpo, e aí se encontra o tal lixo. Pensam que o patrão é bobo e nunca vai olhar debaixo do tapete.

Todos entendem que somos seres humanos e passiveis de erros. Não somos máquinas reguladas e programadas para fazer tal tarefa. Somos tomados e muitas vezes levados pela emoção e pela intuição em detrimento da razão. Isso não é ruim, é uma característica do ser humano. O problema é quando só olhamos o nosso lado, quando tomamos decisões unilaterais sem comentar nem negociar com os colegas de trabalho, principalmente quando estas tomadas de decisões unilaterais ferem as regras e os acordos pré-estabelecidos no ambiente de trabalho. Quando cometamos tais erros, que considero graves dentro de uma empresa, estamos cavando a nossa própria sepultura aos poucos em pedacinhos…

Um colega que percebe tais atitudes por parte de outro colega de trabalho deve redobrar suas atenções com relação a tais colegas. Deve medir seus valores! Onde está o teu tesouro aí está o teu coração:

Se o seu coração está  em Deus é porque seu tesouro é o próprio Deus.

Se o seu coração está  na riqueza é porque seus tesouros são os bens materiais.

Um coração dividido entre a luz e as trevas não sobrevive.

Por isso Jesus diz: “não podeis servir a Deus e à Riqueza (Mt 6,24 b).

A sede pelo dinheiro tem levado muitas pessoas a se distanciar do Senhor.

Por que será que você não consegue perseverar no caminho de Deus?

Seu coração já decidiu ser inteiramente do Senhor, ou está  dividido entre Ele e a riqueza?

Bem, não tenho nada contra a riqueza e o dinheiro, muito pelo contrário sou a favor dos que querem trabalhar honestamente para construir seu patrimônio, sua vida digna etc. o que não concordo de jeito nenhum é puxar o tapete do colega, em outras palavras não podemos agir de maneira unilateral, mexer nas regras do jogo depois que ele começou. Enfim: um colega de trabalho deve ser integro, honesto e quando pensar em algo que não concorde ou pretenda mudar, deve fazer isso através do diálogo, não traindo a confiança de um colega de trabalho, isso jamais!

Caro leitor tome muito cuidado com os colegas de trabalho que não tem pudor.  Quando você percebe que tem um colega que o dinheiro, por exemplo, está acima de uma amizade e da integridade, fuja dele, evite ser amigo dessa pessoa, cedo ou tarde ele estará com a sua sepultura pronta e você pode entrar junto. Lembre-se do velho ditado “quem anda com porcos farelos come.”

É claro que acredito em pessoas sérias e centradas no seu trabalho com honestidade, inteireza e bom senso, inclusive posso afirmar que estas são a maioria na empresa. O problema é não se contaminar com uma minoria que é perturbadora da paz.

Cuidado com os lobos vestidos em pele de carneiro parecem carneirinhos inofensivos, mas são lobos vorazes.  Vestem uma máscara, escondem sua verdade!

Abraços do Benito Pepe

Related posts:

  1. A Fábula do Rato e uma Analogia com o Ambiente de Trabalho
  2. Um Bom Ambiente de Trabalho é Fruto da Sorte?
  3. O Entusiasmo não deixa o Trabalho Cansar
  4. Resumo do primeiro dia no Treinamento “Ambiente de Trabalho e as Relações Interpessoais”
  5. A questão da confiança. Evite frustrações no Ambiente de Trabalho
  6. Construindo Pontes ao invés de Muros
  7. O Seu trabalho lhe dá Prazer? Você faz o que gosta de fazer?
  8. O trabalho outrora era mais romântico
  9. O Melhor Aprendizado é através da Prática ou da Teoria?
  10. Quatro Cegos e a Avaliação de um Elefante. Como cada um o vê?

Tags: , , , , , , , , , ,

21 Responses to “É possível confiar nos colegas de trabalho?”

  1. Aquerman Martinho Says:

    Oi Benito.
    Obrigado pela mensagem, parece que você adivinhou. Está semana iniciei o encerramento de uma sociedade que durou 18 anos.
    Realmente, confiar nas pessoas é algo muito difícil. Já houve um tempo em que uma palavra era um compromisso. Hoje a sociedade valoriza mais os bens materiais do que sua formação moral. Triste!
    Abraços
    Aquerman Martinho.

  2. Benito Pepe Says:

    Olá Aquerman, Obrigado pelo feedback. É isso mesmo! O valor mudou de lugar, antes na moral, agora no dinheiro.

    É claro que a tua sociedade deu certo durante 18 anos. 18 anos não são dezoito meses nem 18 dias, é um bom tempo “o filho” atingiu a maioridade e aí foi embora…

    Como eu digo no meu texto, há pessoas que agem de maneira unilateral sem uma consulta ou negociação, e desta maneira traem a nossa confiança. Isso ocorre em todos os campos do conviveu social e não poderia ser diferente no ambiente de trabalho. Há quem valoriza o dinheiro em primeiro lugar, sua palavra não tem o menor valor, só respeitam o que está escrito e olhe lá hem? Infelizmente você está certo, há muita gente que só “respeita” os bens matérias e a valorização moral foi embora…

    Boa sorte na tua nova empreitada e nova vida empresarial!

    Abraços do Benito Pepe

  3. Carlos Says:

    Este texto veio a calhar, estou tendo problemas com uma menina no meu trabalho. Ela pensa que pode fazer o que quer, toma a decisão sozinha e não comunica nada para os colegas, e o pior é que ela está em nível hierárquico inferior a maiorias dos colegas, acho isso ridículo. O que você propõe que eu faça Benito? Obrigado, Carlos.

  4. José Maria Dias Says:

    Meu querido amigo: NÃO; não podemos confiar, primeiro porque, o nosso mestre JESUS, disse ” infeliz do homem que confiar no outro”. E depois porque todo homem tem seu preço. Além disto o ser humano tem no seu interior, outros sentimentos que são totalmente antagônicos à honestidade,são eles a inveja e a ganancia.Vejamos: Numa empreza, onde o ramo seja vendas, o sujeito pode ser um excelente vendedor, por dois motivos, capacidade e querer ganhar mais que seus colegas, até aí, tudo bem, acontece que o invejoso está pronto para dá o bote da desonestidade no sujeito capacitado, diz um dito popular ” a inveja é a arma dos incompetentes”. Para mim o invejoso por sí só, já é um desonesto em todos os sentidos, pois como você disse, por traz da face de um cordeiro esconde-se um verdadeiro lôbo. Já o ganancioso, para êle, não existe barreira intransponivel, que o faça desistir do seu intento, êle quer ter mais e mais, não importando o que tenha que pisar, agindo de forma até certo ponto desonesta para com as pessoas.Quanto a patrão e empregado, é claro que as coisas tem serem separadas, o empregado pode até ser filho do patrão, porém ele tem obrigação de entender que o pai no exercicio da sua função, é o administrador de um corpo jurídico, e de tal forma tem que ser tratado.Existe tambem o desonesto involuntário, aquele sujeito que fez um emprestimo para abrir um negocio que não deu certo, ele era um bom caráter, como não pôde honrar seus compromissos, passou a ser um desonesto. Meu amigo, a espinha-dorsal de uma nação, e do mundo, é o judiciário, se ele e desonesto, esquece o resto. É este o meu comentário sobre o tema. um grande abraço.

  5. Benito Pepe Says:

    Olá Carlos, esse fato é mais comum do que muitos podem pensar. Há diversas pessoas que pensam que os colegas são cegos e que não estão observando suas atitudes. Bem, de qualquer maneira se ela está em nível hierárquico inferior a maiorias das pessoas, significa que ela tem em algum momento alguma supremacia sobre alguns colegas, para este caso não há problemas, ela estando acima de um subordinado pode tomar decisões sozinha sobre este subordinado, mas mesmo assim não é o ideal, pois quando tomamos decisões em conjunto comprometemos nossos subordinados. Quanto aos colegas de mesmo nível hierárquico ou aos superiores aí não se pode de jeito nenhum tomar decisões sozinho. Para este segundo caso a coisa é simples leva-se o problema para a chefia que tomará as providencias e mais atenção quanto a esta menina.

    Quero fazer uma observação: há momentos em que se permite a tomada de decisão unilateralmente. Em primeiro lugar quando se está decidindo quanto a tarefas que são de sua rotina exclusiva. Segundo, quando não se consegue falar com um colega ou superior e precisa-se decidir ali naquele momento, e neste caso assumem-se os riscos do ofício. Errar por tomar uma decisão muitas vezes é melhor do que errar por apatia.

    Agora, acredito que você quis comentar que esta menina está tomando decisões de maneira unilateral e ferindo a confiança dos colegas, certo? Deve também estar tomando decisões erradas que prejudiquem a empresa ou o relacionamento interpessoal, é isso?

    Abraços do Benito Pepe

  6. Benito Pepe Says:

    Olá Meu camarada, Jose Maria Dias. Você tocou em um ponto muito bom e muito triste ao mesmo tempo, o judiciário. Às vezes, e infelizmente é o caminho final que temos que seguir para com pessoas que agem de maneira errônea, desonesta e unilateral, modificando algo que foi tratado, ainda que verbalmente. É bom lembrarmos que antigamente os contratos eram verbais. Um acordo não cumprido é um crime, uma quebra de contrato. Mas eu sou contra este caminho, sou a favor da Paz ainda que eu tenha que “pagar por ela”. Agora, deixo claro que não tenho nada contra os que procuram este caminho quando vêem os seus direitos burlados.

    No contexto do teu comentário não há o que acrescentar, só quero aproveitar para parabenizá-lo, pois você até agora é o Campeão do mês no rank dos comentadores com 8 comentários até agora (só neste mês).

    Abraços do Benito Pepe

  7. Carlos Says:

    É exatamente isso Benito, esta menina muitas vezes toma uma decisão que normalmente favorece a ela mesma, é do interesse dela e o pior é que muitas vezes é de nível financeiro. Ela muda as “regras do jogo”, como vc diz no seu texto. é isso que ocorre. Isso é claro que prejudica o relacionamento dela com a chefia, a chefia perde parte da confiança que tem por ela, e agente que sabe disso também é prejudicado, pois passamos como cúmplices.

  8. Benito Pepe Says:

    Olá Carlos, obrigado pelo retorno. Bem, eu acho que em primeiro lugar vocês deveriam conversar com ela francamente e dizer-lhe: olha você está cometendo um equívoco, você está sendo desleal com a nossa empresa e com nosso chefe, você está cuspindo no prato em que está comendo. E depois dizer para ela que vai ter que comentar esses erros com a chefia, pois não compartilha de tais atitudes e ponto final. Se você vai ficar mal com alguém, que não seja com a parte correta, ainda mais que essa parte é teu superior, aliás, mesmo que fosse alguém abaixo de você estou certo de que a boa ética e a consciência tranqüila não têm preço. Boa sorte!

    Abraços do Benito Pepe

  9. LOUBACK Says:

    Benito, quando voce fala em termos de Empresa e colegas de trabalho a amioria das vezes é o dinheiro em jogo, mas eu que vivo em função da palvra de Deus, vejo os que dizem ser sabios e vivem em pecados e querem que todos pensan que estaão bem espiritualmente, esquece de ler JEREMIAS CAP 8 V 8, , O envangelho começou só com Jesus cristo e um grupo de discipulos dedicados, cresceu até tornar-se grande, organizado e poderoso em lucas 13v18-21 a parabola do grão de mostarda e do fermento, estas parabolas Jesus diz que atual eles (os sábios) Permitiram no seu ramo Aves do Céu elementos malignos que removem a semente da Verdade(palavra de Deus) Ai surge a inveja, a busca do poder e querendo q

  10. LOUBACK Says:

    continuando; querendo seu orgulho permaneça e disso afeta todo nosso relacionamento com o nosso viver com colegas de trabalho, na comunidade que vivemos começamos a pensar que somos sábios por querer ser mais que nosso próximo, na nossa casa. Jeremias 8.9- OS SÁBIOS FORAM ENVERGONHADOS E PRESOS, VISTO QUE REJEITARA A PALAVRA DO SENHOR, QUE SÁBEDORIA É ESSA QUE ELES TEM? Escrevi isto benito para afirmar que creio que alguem só muda o seu carater se crer na Biblia como ela diz e não como nós achamos, ai eu poderei confiar no meu colega de trabalho, pois não vou esperar nada em troca. BENITO te acho sábio pois voçe sendo o patrão se coloca na posição de funcionário.abraço

  11. LOUBACK Says:

    procura apresentar-se a Deus, aprovado, como obreiro que não tem de que se envengonhar, que MANEJA BEM A PALAVRA DA VERDADE II Tm2;15

  12. Benito Pepe Says:

    Olá Querido amigo Louback, é com prazer que vejo e leio teu comentário aqui no meu Site/blog. Como é interessante uma pessoa madura, como você, anotou nosso breve comentário pessoalmente já há uns dias atrás, e permaneceu com esse compromisso de postar aqui e o fez. Isso mostra responsabilidade e compromisso. Essa é uma das atribuições que um bom colega de trabalho deve ter.

    Bem, quando você foi tecendo uma argumentação quanto à questão do sábio, eu fui o entendendo como um falso sábio. Este falso sábio é aquele que pensa saber, mas não sabe é como aquele que pensa que tudo sabe e dessa maneira não está aberto ao aprendizado e por isso na verdade nada sabe, não ouve nada e a ninguém… veja esse texto>> http://www.benitopepe.com.br/2010/05/09/socrates-%e2%80%9cso-sei-que-nada-sei%e2%80%9d/ Sócrates: eu só sei que nada sei – este é o verdadeiro sábio…

    Meu amigo Louback, eu estou longe de ser Sábio, mas gostaria muito de buscar a sabedoria, por isso fui ser filósofo (filo = amigo; Sofia = sabedoria) o filósofo é aquele que é amigo ou aquele que ama a sabedoria o conhecimento. E este conhecimento só tem aquele que está com a mente aberta para o aprendizado, por ter consciência que não sabe tudo.

    Quanto aos teus comentários com relação ao texto: “É possível confiar nos colegas de trabalho?” Só tenho a enfatizar algumas frases (pontos) colocadas por você e concordar fielmente com o que você disse, são elas: “a maioria das vezes é o dinheiro em jogo” (essa você acertou na mosca); “os que dizem ser sábios e vivem em pecados e querem que todos pensem que estão bem espiritualmente” (essa é outra boa, a ganância…); Ai surge a inveja, a busca do poder (outro grande problema no ambiente de trabalho).

    Bem, grande Louback, no mais é isso aí obrigado pelo comentário, te espero em outros, ok? Nesta 4ª feira dia 13 vou postar um tema que você deve gostar “O Caminho para Deus e a Verdade quando se Fala em Religião” fique atendo que deve entrar agora dia 13 de outubro de 2010.

    Abraços do Benito Pepe

  13. Marivan Says:

    É uma questão muito complicada essa de confiar nas pessoas principalmente colegas de trabalho,
    tem que se conhecer muito bem a pessoa pra não sair decepcionado,
    abçs e parabéns pelo tema abordado na postagem,

    MARIVAN

  14. Benito Pepe Says:

    Olá Marivan. Obrigado pelo comentário. É isso mesmo, Confiança não se compra, não se vende. Sim! Conquista-se com o tempo. Mas mesmo assim há quem nos decepcione, as pessoas mudam e nós também mudamos..

    Abraços do Benito Pepe

  15. Calanga Manson Says:

    Olá, Benito!

    Gostei muito do seu post e também das opiniões dos amigos leitores. Estou num dilema com uma certa “colega” de trabalho… Bem, estou na empresa há quase 3 anos e nos 3 primeiros meses que entrei o meu superior saiu para um emprego melhor e eu fiquei sozinha. Acabei acumulando as 2 funções, de administrador e secretária por 1 ano. Quando já não estava mais conseguindo desempenhar bem as funções cumulativas (diga-se que meu salário aumentou só um pouco), meu chefe contratou esta pessoa para me ajudar. Desde o começo ela não baixava a cabeça para mim e fazia a “parte de secretária” muito mal, erros de português, etc… ela começou a se meter na minha parte de administradora e meio que não fazer a parte dela. Resultado: eu tinha que fazer as duas partes praticamente… enfim… fui tirar minhas primeiras férias e antes disso meu chefe pediu que eu fizesse um relatório com as duas funções destrinchadas para ele. Eu fiz com o maior prazer, até achei que ia receber um aumento, por isso salientei as minhas funções de importância. Fiquei 15 dias de férias e, pasmem… quando cheguei ele me chamou e… SIMPLESMENTE TROCOU AS NOSSAS FUNÇÕES!!!!!! Fiquei totalmente sem chão, desmotivada, chorava o dia inteiro… mas não saí do emprego devido a contas a serem pagas, carro, etc… Não satisfeita em roubar o meu cargo, em pouco tempo a fulaninha já ganhava mais que eu e pior, ainda tentava mandar em mim!!! Já tivemos vários bate-bocas, já ficamos dias sem dirigir a palavra e agora como se não bastasse ela veio me chamar a atenção dizendo que eu faltei e que estou chegando atrasada, sendo que ela faz o que quer, fica fora morcegando na empresa, falta quando quer… E NESTE MEIO TEMPO EU NUNCA FALEI DELA PRO CHEFE, acabo sempre brigando diretamente com ela e fico quieta na minha. Mas não estou mais suportando esta situação, só estou me segurando pois passei em um concurso e provavelmente devo ser chamada em fevereiro de 2011. Mas queria fazer algo, puxar o tapete dela também, me vingar, sei lá. Acho que ela já me sacaneou demais e não queria deixar isso barato, esta tamanha injustiça. O que vc me sugere fazer? Contar tudo isso para a chefia??? Falar dos atrasos dela, assim como ela me queimou com a antiga chefia? (Ela ligava pro chefe avisando que eu ia atrasar e faltar sento irônica, dizendo que acha que estou querendo sacanear a empresa). DETALHE: AGORA É UMA NOVA CHEFIA. Vc acha que devo relatar toda a situação acima para ele??? Obrigada pela atenção.

  16. Benito Pepe Says:

    Olá Calanga, obrigado pelo questionamento. Bem, como você até então não
    falou nada para a chefia e no momento você está pensando em sair da empresa,
    acho que já é um pouco tarde para fazer esse relato. Fazer este relato só
    para se vingar, esqueça isso. A vingança não serve pra nada, isso só vai te
    fazer mal no futuro, ainda que no presente te dê um falso conforto…
    agora, caso você esteja achando que ela prejudica a empresa, que ela não
    seja competente ou comprometida, aí sim você estará olhando o lado da
    empresa. Neste caso o relato é importante, mas saia da empresa sem mágoas.É importante deixar as portas abertas, nunca sabemos o dia de amanhã, além do mais devemos ser sinceros e honestos conosco mesmo e com nossa empresa.

    Boa sorte na tua decisão.

    Abraços do Benito Pepe

  17. Calanga Manson Says:

    Obrigada, Benito…

    Eu vou pensar ainda no que fazer…. porque ela até que se esforça para fazer bem o serviço dela, embora ela faça o que quer no sentido de horário, faltas, etc… o que me incomoda são estes dois pontos: ela ter puxado o meu tapete e roubado o meu cargo (além de ganhar mais que eu) e o outro é ela ficar me perseguindo como se fosse minha chefe, sendo que ela não faz o mesmo com relação a horários e faltas… fico sinceramente triste com injustiças do gênero….
    Espero que eu seja logo chamada no meu concurso…

    Um abraço e obrigada pela atenção! Boas Festas!

  18. Leticia Says:

    Olá Benito, trabalho em uma empresa desde que ela abriu as portas, ajudei a consolida-la no mercado, sempre trabalhei na administração, porem cuidava de todas as partes: financeiro, rh e etc, porque é uma micro empresa, porem com um grande potencial. Nos últimos anos, tivemos condições de contratar mais pessoas para o administrativo e a coordenação. Porem há uns 3 meses entrou uma moça nova, e em tão pouco tempo está tomando o meu lugar, acredita?! Porque ela gosta de fazer coisa e de refazer coisas que ja estavam prontas e mostrar para o chefe, tudo o que ela pensa ou faz ela vai mostrar pra ele. Sempre aponta falhas em outros setores, falhas que já sabiamos que existiam, porem não temos condições de melhora-las por falta de verbas. Mas com isso, ela fica se mostrando que pode gerir sozinha, entende? Eu entendo que é uma pessoa proativa, porem ela quer chamar a atenção da chefia pára ela, pois nada do que ela faz, ela repassa aos demais, inclusive a mim, que sou superior dela, ela ja vai automaticamente passar para o chefe, que depois vem até o restante dos funcionarios, comentar, e ninguem sabia de nada. O que me intriga,é que tudo o que ela faz, é tudo normal, coisas de sua obrigação e coisas que sempre foram feitas com excelencia, mesmo quando era apenas uma única pessoa que trabalhava. Antes dela entrar ja passaram varias pessoas para a mesma area e todas foram demitidas sem um motivo justo, demitidas pelo chefe. Ela não faz nada de excepicional, porem o proprio chefe atende as suas falacias, sobre outros setores, não ouve ninguem que queira expor que aquele certo documento novo que foi criado, já existia e ela simplesmente copiou, e fica sempre do lado dela em tudo. Não escuta, quando vamos falar que ela fez algo de errado, ela sempre mostra planilhas erroneas, mostra dados errados para fazer passar que ta tudo certo, e ele sempre acredita. Quando marco reunião e exponho as planilhas erradas, ela da uma desculpa esfarrapada e fica por isto mesmo, ela é boa para enganar as pessoas, e assim ele sempre acredita que foi um errinho da parte dela e ela continua gerando dados inconsistentes, fazendo parecer que esta realmente fazendo a diferença, quando não está. Sem falar que todos os problemas que ela tem com oc clientes, ela esconde de todos, sempre chega problemas que ela estava escondendo e depois vem á tona, mas ai o chefe não fica sabendo e quando sabe, é enganado, a historia vira outra. Com isso, todos estamos hororrizados,pois com tanto empenho e esforço, tanto tempo de trabaho arduo e dedicação, parece que uma moça, que chegou a pouco tempo ira controlar o chefe e iremos todos ser subordinados dela, debaixo de falsas honras. O que devo fazer, estou quase querendo pedir demissao, pois não aguento mais tanta cegueira da parte da chefia!

  19. Benito Pepe Says:

    Olá Letícia, já tive questionamentos deste tipo. Em primeiro lugar você deve claramente propor uma reunião entre os colaboradores que perceberam a realidade e conversarem entre si, cada um de vocês, que estão dentro do problema, pode expor uma sugestão. No mais, com certeza as coisas devem ser expostas ao chefe por todos que perceberam a verdade. Não vá sozinha, vá com outros colegas de trabalho que notaram a situação assim como você.

    Agora, vocês poderiam, se tiverem interesse em manter esta menina na empresa, conversar com ela em primeiro lugar, para ver se ela muda. Caso contrário aí sim iriam para a chefia, mas isso depende do conjunto da reunião entre vocês… no mais boa Sorte!!

    Abraços, Benito Pepe

  20. wanessa Ribeiro Bezerra Says:

    Tem 3 pessoas na empresa que são invejosas e olho grande e fofoqueira eadona da empresa acredita nelas.

  21. Benito Pepe Says:

    Wanessa, isso é muito chato! Fique na sua e o tempo vai mostrar pra ela toda a verdade…
    Abraços, Benito Pepe

Deixe um Comentário

Site/blog Desenvolvido por Benito Pepe no Wordpress 2008-2014.