Princípios Psicológicos do Processo de Aplicação de Recursos Humanos

O processo de aplicação dos recursos humanos às tarefas organizacionais é tremendamente contingencial. Cada organização tem seu ambiente, suas tarefas, sua tecnologia, seus recursos humanos específicos, seu estilo de administração, seus objetivos, seu clima organizacional, etc. Em face desta contingência, três princípios psicológicos são básicos no processo cíclico de aplicação dos recursos humanos e de melhoria do desempenho.

1. Um subordinado pode melhorar seu desempenho no cargo se conhecer aquilo que dele se espera. Deve-se dar informação adequada sobre prioridades, resultados esperados, métodos de avaliação dos resultados e recursos disponíveis.

2. Para melhorar seu desempenho no cargo, um subordinado precisa de (feedback) sobre o que está fazendo. Este é o princípio mais saliente de todos, pois o conhecimento dos resultados, (feedback) é essencial para a correção e melhoria do desempenho no cargo.

3. Um subordinado deve poder obter orientação e assistência para melhorar seu desempenho no cargo. O clima existente deve favorecer uma atitude do superior em atuar junto ao subordinado em vez de simplesmente julgá-lo.

Quando seguidos esses três princípios, tende a ocorrer um significativo envolvimento pessoal quanto aos objetivos organizacionais e uma melhoria nas relações superior-subordinado a respeito do cargo a ser executado e dos meios para melhorar o desempenho atual.

EQUIPE COMO CÉLULA DE TRABALHO

A Equipe que dá certo

Compreende seus objetivos

Tecnicamente capaz

Está engajada em alcançá-los compartilhadamente

Bons padrões de comunicação

Confiança => assume riscos

Capacidade de identificar e resolver problemas

O princípio número um de gerência no mundo é: AS PESSOAS FAZEM AQUILO QUE AS PESSOAS VÊEM. Para obter sucesso, os lideres devem encarnar a vida que desejam em seus seguidores.

Um dos maiores erros que um treinador pode cometer é acreditar que pode tratar todos os seus jogadores da mesma forma.

Grandes treinadores distribuem oportunidades, recursos e tempo de jogo de acordo com o histórico de desempenho dos jogadores. Quanto melhor o desempenho, maiores as oportunidades. Quando há um jogador como Michael Jordan, você quer botar a bola na mão dele o maior tempo possível.

COMPARTILHE A ESTRATÉGIA

  1. Dizer aos jogadores o que espera.
  2. Dar aos jogadores uma oportunidade de participar.
  3. Dizer aos jogadores como estão indo.
  4. Instruir e delegar quando os jogadores precisarem.
  5. Recompensar os jogadores de acordo com sua contribuição.

Nada fala aos outros mais alto do que a generosidade de um líder.

Para cultivar a qualidade da generosidade na sua vida, faça o seguinte:

  1. Seja grato pelo que quer que você tenha.
  2. Ponha as pessoas em primeiro lugar.
  3. Não deixe que o desejo pelas posses o controle.
  4. Considere o dinheiro um recurso.
  5. Desenvolva o seu hábito de doar.

VOCÊ É NOTA 10!

Todos temos expectativas em relação aos outros, mas podemos escolher se essas expectativas são positivas ou negativas. Podemos pensar que os outros não valem nada ou são maravilhosos. Quando tomamos a decisão de esperar o melhor e procurar os pontos positivos em vez dos problemáticos, estamos vendo uma “nota 10” em nossos liderados.

Se você deseja influenciar outras pessoas, precisa cuidar delas. Para ajudar a influenciar positivamente, é preciso cultivar sentimentos positivos pelos liderados. Não se pode desgostar deles ou ridicularizá-los. Você lhes deve amor e respeito.

Influência é algo curioso. Mesmo que causemos algum tipo de impacto a nossa volta, precisamos reconhecer que nosso nível de influência não é o mesmo com todo mundo. Uma boa explicitação deste princípio: tente dar ordens ao cachorro do seu melhor amigo na próxima vez que você visitá-lo.

A posição não faz o líder.

Um título pode dar autoridade a alguém, mas não influência, que vem da pessoa e deve ser conquistada.

As pessoas refletem seus líderes. Não podemos esperar que seguidores cresçam além de seus líderes.

ACREDITE EM SI

A confiança é característica de uma atitude positiva. A confiança não é simplesmente para exibir. A confiança dá forças. Bons líderes são hábeis em levar seu pessoal a confiar na liderança que exercem. Grandes líderes levam seu pessoal a confiar em si próprio.

VOCÊ ATRAI QUEM VOCÊ É…

Líderes eficazes sempre estão à procura de boas pessoa. Mas quem você encontra não é determinado pelo que você quer, mas por quem você é. Na maioria das vezes você atrai pessoas que possuem a mesma qualidade que você.

  1. Todo líder tem um certo grau de magnetismo;
  2. O magnetismo de um líder pode causar impacto nos outros intelectualmente e emocionalmente;
  3. O Magnetismo não e nem bom nem mau por si só, depende do que o líder faz com ele;
  4. Líderes seguros atraem tanto seguidores semelhantes quanto complementares;
  5. O magnetismo de um líder nunca permanece estático.

 Abraços do Benito Pepe

Benito Pepe

Benito Pepe: Empresário há mais de 30 anos, Administrador, Filósofo, Astrônomo Amador, Colunista, Palestrante, Instrutor e Professor Universitário. Tem formação acadêmica na área de Administração com pós-graduações em: Administração estratégica de empresas; Marketing; Filosofia Contemporânea; e Filosofia Antiga. Publica Aqui, seus textos sobre Filosofia, Astronomia, Administração, Marketing, Religião, Assuntos da Atualidade, além de um Papo geral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.