Considerações finais e Referências Bibliográficas

Finalizando esse texto…

Teço agora minhas considerações finais e apresento as referências bibliográficas e a Bibliografia consultada.

1.6. Considerações finais

Comecei este texto falando da ética. Pretendi demonstrar a sua importância com relação à ciência e a subjetividade. Entendo que da mesma forma que houve uma retomada do racionalismo na idade moderna em que se valorizou a ciência como fonte do conhecimento e de certa maneira se minimizou o sujeito, agora, em conseqüência dessa chamada crise da modernidade e uma pós-modernidade ou hiper-modernidade – como preferem alguns – estamos no caminho de retomar o sujeito, re-valorizar o ente, em detrimento simplesmente do conhecimento científico racionalista metódico, e retomando o sujeito lá dos pré-socráticos e a ética em Sócrates, talvez estejamos mais próximos da verdade, das certezas que nós sempre ansiamos, nós sempre buscamos. Ou quem sabe nunca a encontremos. Mas pelo menos, estaremos valorizando o ser humano, o pensamento e não algo fora de nós.
A questão da liberdade é hoje analisada, as relações de poder são estudadas, questionadas. Os direitos humanos são debatidos no mundo. Não existe como não nos preocuparmos com o planeta, com os seres que habitam esta nave espacial chamada terra, na qual todos viajamos juntos pelo cosmos há alguns milhões de anos. Não há como deixar de questionar a ciência e os pilotos desta nave, afinal, nós também estamos dentro dela, não é mesmo?
Vejo assim a importância da ética e da subjetividade. Vejo a ética, como mencionei no início deste trabalho, como um caminho, um condutor, um analista, um intermediário para se chegar à verdade. A ética pauta, a ética conduz, a ética faz refletir e questionar.
Imagine uma nave em que o piloto pudesse fazer o que ele quisesse, levá-la para onde almejasse. Não! Nós não podemos admitir isso! Relembro… nós estamos dentro desta mesma e única nave e cabe a nós cuidarmos dela e dos co-passageiros!

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS E BIBLIOGRAFIA

APPIAH, Kwame Anthony. Introdução à filosofia contemporânea. 1.ed. Petrópolis: Vozes, 2006.

BLACKBURN, Simon. Dicionário Oxford de filosofia. 1.ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1997.

CHAUI, Marilena. Convite à filosofia. 13.ed. São Paulo: Ática, 2005.

FOUCAULT, Michel. Arqueologia das ciências e história dos sistemas de pensamento. Ditos e escritos II, Manuel Barros da Motta (Org.) 1.ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2000.

JAPIASSÚ, Hilton; MARCONDES, Danilo. Dicionário básico de filosofia. 4.ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2006.

KANT, Immanuel. Textos seletos. 3.ed. Petrópolis: Vozes, 2005.

MARCONDES, Danilo. Iniciação à história da filosofia: dos pré-socráticos a Wittgenstein. 9.ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2005.

Abraços do Benito Pepe

Benito Pepe

Benito Pepe: Empresário há mais de 30 anos, Administrador, Filósofo, Astrônomo Amador, Colunista, Palestrante, Instrutor e Professor Universitário. Tem formação acadêmica na área de Administração com pós-graduações em: Administração estratégica de empresas; Marketing; Filosofia Contemporânea; e Filosofia Antiga. Publica Aqui, seus textos sobre Filosofia, Astronomia, Administração, Marketing, Religião, Assuntos da Atualidade, além de um Papo geral.

Um comentário em “Considerações finais e Referências Bibliográficas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.