Por que a cruz, por que a morte de Cristo? Parte 1

O texto que segue é do colega, Prof. Ricardo Célio*

Porque a cruz, porque a morte de Cristo?

Prov. 17:15  “O que justifica o perverso e o que condena o justo abomináveis são para o SENHOR, tanto um como o outro”

Portanto qualquer um seja um juiz, seja um rei que justifica o perverso é uma abominação para Deus. O QUE É ABOMINAÇÃO? Alguma coisa repugnante, repulsiva, vil, abominável, indescritivelmente perversa.

Então qualquer um que justifique o homem perverso, que declarar um homem perverso como justo, é abominação diante de Deus.

A Bíblia diz que Deus justifica o perverso, e as escrituras não podem ser quebradas.

A Bíblia diz em Números 6:24 “ O Senhor te abençoe e te guarde. O Senhor faça brilhar o Seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti. O Senhor levante o seu rosto sobre ti e lhe dê a paz”.

A questão bíblica é esta: – Se Deus é bom e justo Ele não pode fazer isto. PORQUE? Porque nós somos perversos e Deus deve agir com justiça conosco. TEMOS UM GRANDE PROBLEMA UM TERRÍVEL PROBLEMA. Qual? Deus é bom.Ele é bom e você é mal. Sendo Ele amoroso tem que lidar com pessoas ruins como nós.

A Bíblia dá argumentos de que o homem é mau!!

Rm 5:12 – “Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, e assim a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram”.

(Rm 3.10-12) … Não há justo, nem sequer um, não há quem entenda, não há quem busque a Deus; todos se extraviaram, à uma se fizeram inúteis; não há quem faça o bem, não há nem um sequer”

(Rm 3.22-24) “ … não há distinção, pois todos pecaram e carecem da glória de Deus, sendo justificados gratuitamente, por sua graça mediante a redenção que há em Cristo Jesus”.

Mateus 5:32 .. e disseram a Jesus. Mestre esta mulher foi pega em adultério …. e Jesus lhes disse” Aquele de vocês que estiver sem pecado, atire a primeira pedra”

Todo pecado é na verdade contra Deus. Deus é um Ser eterno e infinito (Salmos 90:2).

Como resultado, todo pecado exige uma punição eterna. Nosso pecado ofendeu o caráter Santo, Perfeito e infinito de Deus, e apesar de que em nossas mentes nosso pecado é limitado em tempo, a Deus, que vai além de quaisquer restrições de tempo, o pecado que Ele tanto odeia não tem fim.

Nosso pecado está diante d’Ele continuamente e precisa ser punido continuamente para satisfazer Sua justiça santa. Somente um sacrifício, uma punição, que tenha ecos na eternidade, poderia aplacar a ira de Deus e satisfazer Sua Justiça, portanto (uma substituição de nós mesmos) por Cristo, foi capaz de atender aos propósitos de Deus.

Jo 3:36 “ … Quem tem o filho tem a vida eterna, quem não tem sobre ele permanece a ira de Deus”. (a ira permanece em nós enquanto não formos colocados em Cristo pelo Espírito Santo).

Efe 2:3 “ … nós éramos por natureza filhos da ira, como o resto da humanidade”.

A cruz fala de um Deus santo que pune o pecado, na cruz ou no inferno. Os salvos, ficam com o coração assustado ao pensar na ira que estava sobre eles, da nossa inimizade contra Deus e mesmo assim em vez Dele nos jogar no inferno, Ele nos resgatou por graça.

As realidades de condenação eterna, inferno eterno e punição eterna são assustadoras e assim devem ser. No entanto, ficar tão atemorizado é para o bem do pecador. Enquanto isso pode até soar amargo (e é!), mas há boas novas:

Teremos que encarar as consequências eternas dessa decisão. NOSSA ALMA É IMORTAL.

Mas então, como Deus pode pronunciar uma benção como esta sobre o povo de Israel? como Ele pode pronunciar uma benção sobre você?

Isto é tudo que o Evangelho diz respeito.

Este é o grande problema das escrituras se Deus é justo, Ele não pode simplesmente perdoar você.

Deus é Santo, é Justo. Deus não pode simplesmente virar as costas para o pecado. Ele não pode simplesmente deixar passar o seu pecado. Se Deus é Justo Ele deve julgar você corretamente e um julgamento correto significa a sua morte no inferno para sempre.

A grande questão da bíblia é como Deus pode ser Justo e o justificador do ímpio?

O apóstolo Paulo diz em Romanos 3:Versículo 26 “… tendo em vista a manifestação da sua justiça no tempo presente, para ele mesmo ser justo e justificador

Este é o problema! Isto é o que a cruz significa! é o dilema divino:

-Se Deus é justo, como Ele pode perdoar de forma justa o perverso e declará-lo legalmente reto diante d’Ele? Lembre-se (Rm 3.22-24) “ … não há distinção, pois todos pecaram e carecem da glória de Deus.

ENTÃO COMO PODEMOS SER SALVOS E DESFRUTARMOS DE COMUNHÃO COM DEUS?

Fiquem na Paz do Nosso Senhor Jesus Cristo.

Prof. Ricardo Célio

Veja a continuação deste texto clique aqui.

……………………………………….

*Ricardo Célio é professor na Universidade do Grande Rio – Unigranrio, nas áreas de Engenharia e Administração.  É um Cristão convicto de sua Fé, mas não segue a uma denominação religiosa específica e sim exclusivamente a Deus.

Related posts:

  1. Por que a Cruz, por que a Morte de Cristo? – Parte 2
  2. Feliz Natal! Feliz Aniversário! O Nascimento e a Vida de Jesus Cristo!
  3. O TAU na história e o cordão com três nós em São Francisco de Assis (parte 2)
  4. O TAU na história e o cordão com três nós em São Francisco de Assis (parte 1)
  5. Conversando sobre Deus…
  6. O Caminho para Deus e a Verdade quando se Fala em Religião
  7. Feliz Natal a todas as Mentes. Mas Como cada ser humano vê o Natal?
  8. Igreja da Penha, o Santuário renovado e a Festa da Penha de Nº 376
  9. Feliz Semana Santa! Feliz Páscoa! Mas o que é a Páscoa?
  10. Curso de Filosofia e Astronomia por Benito Pepe

Benito Pepe

Benito Pepe: Empresário por 30 anos, Administrador, Filósofo, Astrônomo Amador, Colunista, Palestrante, Instrutor e Professor Universitário. Tem formação acadêmica na área de Administração com pós-graduações em: Administração estratégica de empresas; Marketing; Filosofia Contemporânea; e Filosofia Antiga. Publica Aqui, seus textos sobre Filosofia, Astronomia, Administração, Marketing, Religião, Assuntos da Atualidade, além de um Papo geral.

5 comentários em “Por que a cruz, por que a morte de Cristo? Parte 1

  • em
    Permalink

    Muito bom texto amigo Ricardo, ninguém pode de fato entender o Cristianismo se não entender a Cruz… A síntese está na Cruz e por ela começa a nossa Redenção… Quero também enfatizar que para Deus não há o “tempo”, como nós o conhecemos e concebemos, portanto para Deus sempre é o Agora… mas podemos falar mais disso pessoalmente em um Suco Filosófico..

    Estou na expectativa para ver a continuação do texto…

    Abraços, do Colega e Amigo Benito Pepe

  • em
    Permalink

    Com certeza meu querido amigo Pepe,

    Para Deus não existe nem passado nem futuro, tudo para Ele é presente.É realmente um grande mistério, pois a Bíblia nos diz em Isaías 46:10 “Desde o início faço conhecido o fim, desde tempos remotos, o que ainda virá. Digo: Meu propósito permanecerá em pé, e farei tudo o que me agrada”.

    Esta é a maravilha do Evangelho que Deus tendo onisciência, na eternidade, antes que houvesse mundo, sempre soube da queda do homem, a qual foi transmitida a todos os homens. Então, por amor, para poder reconciliar o homem consigo mesmo, assumiu a forma humana, nasceu como um homem da raça humana e sofreu o castigo reservado para os transgressores( todos nós, raça humana).

    Isaías nos diz em Isaías 53:10″ Todavia, ao SENHOR agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando a sua alma se puser por expiação do pecado, verá a sua posteridade, prolongará os seus dias; e o bom prazer do SENHOR prosperará na sua mão”.

    2 Coríntios 5.21“Aquele que não conheceu pecado, ele o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus.”

    Este texto é poderoso pois Deus está implícito aí, Jesus Cristo foi feito pecado por nós(por Deus Pai) para que Nele(Jesus Cristo), obtivéssemos nossa justiça, na verdade, nós não temos justiça própria, nós somos salvos por causa da justiça de Cristo. Na cruz do calvário, o nosso pecado foi parar na conta de Jesus, Ele assumiu todos os pecados da humanidade como se ele fosse o culpado. Ao mesmo tempo, por iniciativa do Deus Pai, a justiça de Cristo veio a ser a nossa justiça. Deus o Pai, tratou Jesus Cristo como se Ele fosse o culpado(quando recebeu Nele todos os nossos pecados) e tratou a nós como se nunca tivéssemos pecado.Paulo diz em 1 Cor:1,30 “Jesus Cristo justiça nossa”

    Profeticamente fala o profeta Isaías 53: 4-6 ” Era desprezado, e o mais rejeitado entre os homens, homem de dores, e experimentado nos trabalhos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum.
    4 Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.
    5 Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.
    6 Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniquidade de nós todos.
    7 Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca.

    Lembrando que este tratamento é somente para aqueles que creem que na condição de pecadores sem solução para sua vida, recebem o pagamento feito na cruz por Cristo e então recebem a redenção dada gratuitamente aos seus. Lembrando que o preço foi pago por Cristo.

    Fica na paz,
    Prof. Ricardo Célio

  • em
    Permalink

    CARO AMIGO BENITO E ABENÇOADO PROFESSOR RICARDO

    Em primeiro lugar, eu quero dizer que eu sou, o mais tênue grão de areia do deserto fecundado pelas chuvas dos teus benefícios ,para falar. sobre ti oh Deus.
    Não tenho direito ou conhecimento para falar nas tuas decisões atuais.
    Na velha e Nova Historia, Capacitaste os escolhidos para falar sobre as escrituras. Hoje já tentei em vão, achar,alguém que, seja sacerdote, pastor..,busquei nos templos, no infinito, e não O encontrei.. Procurando fazer o bem, dando um pouco daquilo que Ele me dá, dando amor ao próximo, sinto a paz no meu coração, e o mistério do Deus que vive dentro de mim FICOU COMPREENDIDO
    Querido amigo Benito, e Sr prof. Gostaria muito de escrever aqui, o que sinto quando falo em DEUS, mas você sabe do meu problema,, E que uma chuva de benção cai sobre vocês E QUE A PAZ FIQUE COM TODOS

  • em
    Permalink

    Como falamos no texto anterior, fica a pergunta: como o homem, digo, a raça humana, todo aquele nascido de mulher, pode obter a salvação da sua alma?

    Paulo nos alerta em Rm: 5:16 “ Porque dos céus se manifesta a ira de Deus”

    As realidades de condenação eterna, inferno eterno e punição eterna são assustadoras e assim devem ser. No entanto, ficar tão atemorizado é para o bem do pecador. Enquanto isso pode até soar amargo (e é!), mas há boas novas:

    – Deus nos ama (João 3:16) e quer que sejamos salvos do inferno (2 Pedro 3:9). Mas porque Deus também é justo e correto, Ele não pode deixar de punir o pecado. Alguém tem que pagar o preço. Em Sua grande misericórdia e amor, Deus providenciou o Seu próprio pagamento para o nosso pecado. Ele enviou o Seu Filho Jesus Cristo para pagar pela penalidade dos nossos pecados ao morrer na cruz por nós. A morte de Jesus foi uma morte infinita porque Ele é o infinito Deus-homem, disposto a pagar um débito infinito pelo pecado, para que não tivéssemos que pagar por essa punição no inferno por toda a eternidade (2 Coríntios 5:21).

    Rm 8:9“ Mas Deus prova o seu amor para conosco em que Cristo morreu por nós sendo nós ainda pecadores, logo muito mais agora tendo sido justificados pelo seu sangue seremos por ele salvos da ira”.

    Se confessarmos nossos pecados, pedirmos pelo perdão a Deus, e colocarmos nossa fé em Cristo, seremos salvos, perdoados, purificados e receberemos a garantia de um lar eterno no céu. Deus nos amou tanto que providenciou um meio de salvação, mas e se rejeitarmos o Seu presente de vida eterna?

    A paz de Cristo,
    Ricardo Célio

  • Pingback: Por que a Cruz, por que a Morte de Cristo? - Parte 2 | Benito Pepe: Palestras e Cursos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.